Skip to main content

6 dicas para começar o ano com as contas em dia

Por 01/01/2023Economia

Educador financeiro do C6 Bank fez uma lista de bons hábitos que podem ajudar quem está no vermelho a ficar de bem com a conta bancária

Ano novo, vida financeira nova. Entre as resoluções mais populares está a organização das finanças. Afinal, quem não tem esse controle não consegue realizar outros sonhos, como viajar, estudar, comprar uma casa ou carro.

Em novembro, o percentual de consumidores com dívidas em atraso alcançou 30,3% das famílias, segundo dados da última Peic (Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor) da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

Para quem deseja começar 2023 de bem com o seu bolso, a primeira dica é admitir que tem um problema e estar genuinamente comprometido a resolvê-lo.

“Antes de tudo, é preciso ter consciência de que existe algo errado e querer mudar de verdade essa situação. Se a pessoa ainda não tomou consciência da dimensão do problema, fica mais difícil organizar a vida financeira”, afirma Liao Yu Chieh, educador financeiro do C6 Bank.

Para quem quer colocar as finanças em ordem em 2023, Liao fez uma lista de seis passos que devem ser adotados.

Veja seis dicas para começar 2023 com as contas em dia:

  • Estabeleça metas

Defina claramente qual é sua meta financeira para 2023 e tente traçar um plano para alcançá-la. Se a sua meta é sair do vermelho, organize-se para colocar as contas em dia (veja outras dicas abaixo). Mas se o objetivo é comprar um carro, calcule quanto dinheiro e tempo precisará para adquirir esse bem.

  • Anote quanto ganha e onde gasta todo mês

Quem não sabe quanto ganha e onde gasta tem mais dificuldade para organizar a vida financeira. Para conseguir ter noção dessas informações, é importante colocar no papel ou em uma planilha todas as entradas e saídas de dinheiro. Uma boa forma de fazer isso é dividindo os gastos em categorias como moradia, transporte, educação, comunicação, lazer, alimentação e outras categorias que julgar pertinente para o seu contexto.

  • Tente cortar gastos

Quem gasta mais do que recebe, precisa reduzir as despesas para organizar sua vida financeira. Por isso, é importante ter planilhado todos os débitos e assim saber com o que está gastando demais e quais gastos podem ser cortados até as contas ficarem equilibradas. Reduzir o padrão de vida nunca é fácil, mas é necessário fazer isso, pelo menos temporariamente, até resolver o problema.

  • Comece a pagar, priorizando as dívidas mais caras

Aproveite o 13º salário para pagar dívidas. Quem está inadimplente deve tentar começar a pagar o que deve o quanto antes. Postergar o pagamento só aumentará a bola de neve. Ao iniciar a amortização dos débitos, os juros deixam de incidir sobre aquele capital amortizado e a pessoa fica mais próxima de sair do buraco.

Na hora de escolher o que pagar primeiro, priorize as dívidas mais caras, aquelas que cobram mais juros e encargos em caso de atraso. O atraso de uma conta dessas encarece demais o valor que será cobrado no próximo mês.

  • Troque dívidas caras por outras mais baratas

Quando a pessoa está com contas em atraso e está pagando juros e multa, pode valer a pena pegar um empréstimo com juros mais baixos para quitar outras dívidas mais caras. Crédito com garantia de imóvel ou de carro ou mesmo o consignado são linhas que cobram juros menores que rotativo do cartão de crédito e cheque especial, por exemplo.

  • Busque uma renda extra

Além de cortar despesas, quem gasta mais do que recebe de salário pode tentar obter renda extra para organizar a vida financeira. Uma forma de aumentar os ganhos é prestando serviços, vendendo produtos ou fazendo trabalhos informais nas horas livres. Algumas pessoas têm habilidades para o artesanato enquanto outras se saem bem na cozinha. Aproveite esses conhecimentos para ganhar dinheiro.