60 famílias regularizam imóveis em Formiga

A emoção deu o tom da entrega de mais de 60 escrituras nesta quarta-feira (23), no Centro Municipal de Apoio à Aprendizagem (Cemap). São lotes doados em gestões passadas e que estavam em situação irregular.

 

Durante a solenidade, o secretário municipal de Planejamento e Regulação Urbana, Rafael Tomé, explicou que existem 1.500 imóveis nessa situação em Formiga. “Vamos trabalhar para regularizar todos. E, se Deus quiser, vamos conseguir”, comentou.

 

O prefeito Moacir Ribeiro ressaltou a importância desse trabalho. “É muito grande a insegurança de quem não tem a escritura da sua casa”, declarou.

 

Emocionado, o aposentado Lauro Gonçalves Teixeira, morador do Bairro Ouro Verde, quebrou o protocolo e pediu o microfone para agradecer à Administração Municipal. Destacou que há muitos anos essa medida era aguardada com ansiedade. “É uma garantia para as famílias”, afirmou.

 

Cerca de cem pessoas estiveram presentes, incluindo secretários municipais e vereadores. Dos beneficiados, apenas três não compareceram. Conforme explicou o secretário de Planejamento, quem não compareceu terá a oportunidade receber a escritura dentro de 60 dias, quando um novo grupo será beneficiado. “Queremos que seja entregue em público, para assegurar a lisura de todo o processo”, disse Rafael Tomé.

 

 

Sem taxas

 

 

Não será cobrada qualquer taxa dos beneficiados por parte da Prefeitura. A única despesa será com o registro em cartório. Após a entrega das escrituras, os moradores terão prazo de seis meses para fazer esse registro.

 

Os lotes estão localizados nos bairros Ouro Verde, Balbino Ribeiro, Novo Horizonte, Novo Santo Antônio e prolongamento do Bela Vista. Em junho, outras 70 escrituras já haviam sido entregues, nos Bairros Balbino Ribeiro e São Cristóvão.

 

Satisfação

 

O aposentado Lauro Gonçalves Teixeira pede o microfone e faz agradecimento (Foto: Paulo Henrique Jorge/Secom)

O aposentado Lauro Gonçalves Teixeira pede o microfone e faz agradecimento (Foto: Paulo Henrique Jorge/Secom)

Entre os beneficiados, o clima era de satisfação. “Essa é uma iniciativa muito louvável, porque viabiliza a concretização de um sonho. Além disso, dá segurança à família”, comentou o professor Sérgio Ricardo Gomes. O vendedor autônomo Samuel Martins Sousa também ressaltou que agora sente bem mais segurança em relação à sua casa.

 

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano é editora-chefe do Portal Centro-Oeste. Jornalista por formação e paixão. Curiosa, observadora e questionadora.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.