Acid emite nota e desconsidera declaração do prefeito contra presidente

Vice-presidente fala em diálogo, interlocução e união, mas desconsiderou a ofensa à primeira mulher a ocupar a presidência da entidade

Omitindo as declarações feitas pelo prefeito de Divinópolis Gleidson Azevedo (PSC) contra a presidente da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Divinópolis (Acid), a entidade emitiu uma nota, nesta sexta-feira (12/02). Assinada pelo primeiro vice-presidente Luis Eduardo Fonseca de Oliveira, a nota restringiu-se ao papel da entidade ao requerer a revisão das condições de pagamento de tributos municipais. Em momento nenhum, ele menciona a afirmação feita pelo prefeito ao chama-la de “louca”.

A entidade fala em diálogo, interlocução e união, mas desconsiderou a ofensa à primeira mulher a ocupar a presidência da Acid em quase 50 anos de existência.

Leia abaixo a nota na íntegra da associação:

“Entidade representativa de classe há 68 anos, tem como missão “atuar ativamente na defesa dos interesses de seus associados junto às esferas público e privada e buscar produtos e serviços que elevem a competitividade das empresas”. Com esse propósito, procura sempre o diálogo com o poder público, iniciativa privada de todos os segmentos e portes e demais organizações não governamentais.

Em toda história da Associação, manteve-se aberta para ouvir os anseios e as necessidades de seus associados e procurou soluções junto aos órgãos competentes, respeitando as limitações legais, na obtenção de resultados positivos.

A ACID entende que a solicitação feita à Prefeitura de Divinópolis, em 14 de janeiro de 2021, de postergação do prazo para pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), pelo prazo de seis meses, com vencimento à vista ou início do vencimento das parcelas a partir de julho, é legítima considerando-se ser uma entidade que é a voz do
seu associado.

A ACID reforça a importância de se manter a interlocução entre o poder público e a entidade, respeitando-se o debate e a legitimidade que lhe cabe representando seus associados.

A ACID esclarece que o trabalho da presidente, dos vice-presidentes e membros do conselho fiscal é voluntário e exercido por total compatibilidade com os valores da entidade.

O papel da ACID sempre foi de conciliar e de unir para que os esforços conjuntos representassem o bem comum. Entendendo ser um momento de extrema preocupação econômica, tanto para o município quanto para a entidade, ressalta a força do diálogo e do respeito institucional.

Uma cidade se constrói a partir da união e do debate saudável. A ACID coloca-se de portas abertas para dialogar com o executivo municipal.”

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.