Ademir rebate afirmações feitas pela AB Nascentes e a desafia provar

Vereador de Divinópolis MG, Ademir Silva

Concessionária alegou que a Trincheira da Rua Goiás é bem sinalizada em resposta a críticas do vereador após queda de dois carros

O vereador Ademir Silva (PSD), voltou a criticar a concessionária AB Nascentes das Gerais, durante a reunião ordinária, realizada nesta quinta-feira (13). O parlamentar já havia citado a empresa no último pronunciamento, falando sobre as irregularidades na Trincheira da Rua Goiás, em Divinópolis.

Na fala mais recente, o edil rebateu o posicionamento feito pela Nascentes e divulgado pelo PORTAL CENTRO-OESTE. A concessionária disse que o local é sinalizado com faixas de bordo, placa ostensiva de alerta de velocidade máxima de 80 km/h, marcador de perigo indicando que a passagem deverá ser feita pela esquerda com barreira rígida e defensas metálicas em toda a extensão do viaduto. Sobre esta nota, o parlamentar desafiou a empresa.

“Ela (Nascentes) falou que tinha colocado as barras de proteção. Então, eu desafiei eles para irem lá e me mostrar onde que desceram com o carro, se há estas proteções. Só se eles colocaram agora depois do almoço, pois até a hora que eu vim para cá, não tinham colocado. O diretor da Nascentes fica no gabinete dele e não vai in loco e fica falando que tem barra de proteção. Não tem”, criticou Ademir.

Sobre o requerimento citado pelo vereador na última reunião, a ser encaminhado para o Ministério Público, Ademir afirmou que pegou todo o contrato da empresa, além da autorização para o funcionamento dela na região.

“Estou estudando ele a fundo, para que possamos fundamentar bem a nossa entrada no Ministério Público”, finalizou.

Marcelo Lopes

Marcelo Lopes

Graduado em jornalismo e apaixonado por esportes e histórias.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.