Após 10 anos, retomada das obras do PAC saneamento é autorizada

Termo foi assinado no Ministério do Desenvolvimento Regional; Data de início deve ser divulgada nos próximos dias

O Ministério do Desenvolvimento Regional anunciou, nesta segunda-feira (27), a retomada das obras de implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário conjugado com ações de drenagem e pavimentação em Divinópolis. O pacote de R$16 milhões irão beneficiar os bairros Candidés, São Simão, Grajaú, Maria Peçanha, Terra Azul, Costa Azul, Quinta das Palmeiras, Nova Fortaleza e São Cristóvão. O documento foi assinado hoje, em Brasília, pelo ministro de desenvolvimento regional, Rogério Marinho. O deputado federal Domingos Sávio (PSDB) e o prefeito Galileu Machado (MDB) acompanharam.

A retomada das obras do PAC Saneamento, que estavam paradas há mais de 10 anos, está garantida após três anos de trabalho entre os técnicos da secretaria municipal de Usina de Obras, a Caixa Econômica Federal e o ministério, sempre intermediado pelo deputado federal Domingos Sávio. Nesta segunda etapa de obras, serão investidos R$ 6.366.668,96 para execução das obras de sistema de esgotamento sanitário nos bairros Jardinópolis, Floresta e Jardim Real e  R$ 9.027.370,68 para drenagem e pavimentação nos bairros Terra Azul, Costa Azul, Grajaú e São Simão.

“Começou o PAC Saneamento em Divinópolis e paralisou por uma série de questões. Mas, o problema maior é o cidadão lá no Grajaú, São Simão, no Jardinópolis, no Terra Azul, com poeira e barro o ano inteiro. Esse é o grande desafio que buscamos resolver. E ele foi enfrentado com muita luta e sanado. Antes das obras, propriamente dita, esta assinatura celebra a esperança que queremos levar para os divinopolitanos que moram nas regiões contempladas”, afirmou o deputado.

O ministro do Desenvolvimento Regional destacou o empenho do parlamentar para consolidar a conquista.

“Sou testemunha da sua luta, da sua proficiência a favor de Minas Gerais, em especial de Divinópolis. Essa é uma obra que estava no coração do Domingos. No dia em que assumimos aqui ele veio nos visitar colocando o histórico de sua luta anterior e nós imediatamente nos posicionamos junto com a nossa equipe para retomarmos essa obra”, afirmou.

Rogério Marinho ressaltou que obras de saneamento básico impactam diretamente na saúde pública.

“Saneamento, esgotamento sanitário, calçamento, pavimentação das ruas, o que significa ataque direto à mortalidade infantil, diminuição da pressão sobre o Sistema Único de Saúde, melhoria da produtividade do trabalhador, direito de ir e vir resgatado, valorização dos imóveis, enfim, ações que nos orgulham e que fazem valer a pena o fato de estarmos como ministro”, completou.

Segundo Galileu, os recursos eram reivindicados desde o início de sua gestão.

“Nos últimos três anos, participamos de reuniões, com o apoio do Deputado Domingos Sávio, em vários Ministérios para que os recursos fossem liberados para finalmente realizar as obras nesses bairros. Agradeço ao Ministério Rogério Marinho por viabilizar os recursos para esses bairros que tanto precisam”, completa o prefeito.

As obras já foram licitadas. A empresa vencedora será convocada e a data de início deve ser divulgada nos próximos dias pela prefeitura. A previsão é que sejam iniciadas até 10 de agosto.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.