Casos suspeitos de dengue aumentam quase 130% em Divinópolis

Os agentes de endemias da Vigilância em Saúde estão realizando a dedetização de ruas do município; 92% dos focos estão nas residências

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), divulgou os dados atualizados da dengue em Divinópolis. Foram notificados 259 casos, desses, 64 estão confirmados e 41 descartados. A secretaria espera ainda o resultado de 154 casos que seguem em análise.

Divinópolis está enfrentando um momento de grande apreensão em relação ao Covid-19, mas a Prefeitura tem também como preocupação a dengue. O último resultado divulgado no início de março em relação a doença apontava 113 casos, 146 notificações a menos se comparado com os dados divulgados na última quinta-feira.

De acordo com o último  resultado do Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), 92% dos focos da dengue foram encontrados nas próprias residências e apenas 8% em lotes vagos.

O secretário de saúde, Amarildo Sousa, alerta sobre a importância da população se conscientizar e tomar todas as medidas preventivas.

“É necessário que as pessoas eliminem todos os recipientes e/ou espaços que acumulem água, que possam servir como criadouro do mosquito. Aproveitem este período de quarentena para limparem os quintais, eliminem os focos da dengue. Nós precisamos de todos nessa luta contra o mosquito”, ressaltou.

Durante todo ano a Semusa promove mutirões de combate a dengue, a cada sábado uma região da cidade recebe a ação. Além disso, são realizadas várias campanhas de conscientização como, ações de panfletagem, campanhas educativas, carreatas, Dia D Contra a Dengue e debate sobre prevenção da doença.   

Desde a última semana, a secretaria adotou uma nova medida para tentar controlar os altos índices de infestação. Os agentes de endemias da Vigilância em Saúde estão realizando a dedetização de ruas do município. 

Um carro de som percorre as regiões que tiveram mais notificações de casos de dengue e avisando a população que aquelas ruas receberão a higienização pelo veículo de fumacê. A iniciativa tem o objetivo de ajudar no combate ao mosquito da dengue.

Além do veículo de fumacê que irá percorrer algumas ruas da cidade, agentes ambulantes executam a dedetização, em pontos específicos, utilizando o pulverizador costal e equipamentos de proteção individual completo, incluindo roupa especial.

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano é editora-chefe do Portal Centro-Oeste. Jornalista por formação e paixão. Pós-graduada em Marketing e Comunicação Integrada.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.