Cerca de 300 Investigadores de Polícia Civil são empossados

Novos policiais vão contribuir para intensificar combate a crimes violentos

Dos 425 investigadores nomeados pelo Governo de Minas, no dia 4 de julho, 301 aprovados no concurso de 2014 tomaram posse durante solenidade na Academia de Polícia Civil (Acadepol), nesta segunda-feira (22). Entre eles, está a carioca Lorena Feitoza, de 29 anos, que revela o que deseja para o cargo de investigadora da Polícia Civil mineira: “Espero que eu seja muito feliz nesta carreira e que seja só o começo”.

A diretora da Acadepol, delegada-geral Cinara Liberal, explicou que, além da posse, o Curso Técnico de Formação Policial também inicia hoje.

“O curso, com duração de quatro meses, é voltado para a operacionalização do trabalho. Depois da etapa de aula presencial, os Investigadores terão educação continuada pela EAD ainda durante o período probatório”, explicou.

Os Investigadores contribuirão para o preenchimento de vagas em todo o estado. A diretora da Acadepol esclarece que, após a conclusão do curso, os investigadores serão designados para atuar em unidades determinadas pela Superintendência de Investigação de Polícia Judiciária (SIPJ).

“Os melhores colocados escolhem em qual das delegacias relacionadas pela SIPJ querem servir”, explicou a delegada-geral.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.