Charge: proibição continuada

By 01/06/2021 Charge

Quando apoiadores de Bolsonaro tentaram transformar em réus quem quer que chamasse o presidente de genocida, o chargista Lafa fez uma tira bem didática para ensinar a proibição. Agora, com o caso de um homem preso porque adesivou um carro com a frase “Bolsonaro presidente genocida”, continuo a ideia, para reforçar a proibição.

As opiniões manifestadas pelo chargista não refletem, necessariamente, as posições do PORTAL GERAIS

 

Ricardo Welbert

Ricardo Welbert

Ricardo Welbert, jornalista formado pela Uemg em Divinópolis e mestrando em Ciências da Comunicação na Universidade do Porto, em Portugal.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.