Skip to main content

Confecção de Divinópolis é premiada por produção responsável e competitividade

Por 05/12/2022Economia

A marca de moda masculina foi inaugurada em 2016 e prioriza utilizar matérias primas com responsabilidade ambiental

A empresa de confecção Urbô, de Divinópolis (MG), recebeu o Prêmio José Costa, na categoria “Produção Responsável e Competitividade”.

Nesta oitava edição do Prêmio José Costa, que teve como tema “Liderança transformadora para os futuros da humanidade”, a marca recebeu o prêmio, das mãos do governador Romeu Zema, por sua atuação na moda e sustentabilidade.

A marca de moda masculina foi inaugurada em 2016 pelos sócios Matheus Menezes e Aloysio Rebello. A Urbô sempre priorizou utilizar matérias primas com responsabilidade ambiental na confecção de suas peças. Além disso, ela acredita que a roupa tem um papel que vai muito além de vestir, pois reflete a personalidade e ajuda a transformar o estilo de vida.

Atualmente a marca é distribuída por 300 varejistas multimarcas, que levam a Urbô para 15 estados Brasil, além de inúmeros consumidores on-line que navegam pelo e-commerce da marca.

Um dos sócios-fundadores da Urbô, Matheus Menezes, ressalta que a marca acredita no posicionamento de oferecer ao mercado peças feitas a partir de matérias-primas sustentáveis, como borra de café, cânhamo e fibra de banana, exigindo a máxima qualidade.

“Tivemos a visão de um mercado futuro. Esse sempre foi o posicionamento que gostaríamos para a marca.”, pontuou Menezes.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Luiz Ângelo, congratulou a empresa pelo papel desempenhado.

“Parabéns à Urbô pelo reconhecimento ao empreendedorismo e inovação da marca. A projeção nacional da empresa demonstra a força do setor da confecção em Divinópolis, somos um Polo da Moda diversificado com muito potencial. Ressalto ainda o orgulho de Divinópolis com esse prêmio, tendo seus empreendedores com destaque em diferentes segmentos pelo país.” ressaltou.

O Prêmio José Costa, é promovida pelo Diário de Comércio, em Parceria com a Fundação Dom Cabral (FDC) e apoio técnico do Instituto Orior. A premiação tem o desafio de destacar dez empresas, personalidades e entidades a serem reconhecidas nas categorias: Qualidade da Cidadania; Qualidade da Democracia; Qualidade de Vida; Qualidade Ambiental; Qualidade da Inovação e Produção Tecnológica; Qualidade da Cultura e Educação; Geração e Distribuição de Riquezas; Produção Responsável e Competitividade; Liderança ESG e Prática ESG. As iniciativas são avaliadas segundo a efetividade, inovação, impacto e replicabilidade.