Covid-19: Donos de academias de Divinópolis protestam contra fechamento dos estabelecimentos

Elas ficaram de fora dos setores que são permitidos o funcionamento na onda amarela do programa estadual Minas Consciente

 

O Grupo das Academias de Divinópolis (GAD), está promovendo uma manifestação nesta segunda-feira (10), na Praça da Catedral ás 14 horas, a respeito do fechamento das academias em razão da adesão do município ao Minas Consciente. O objetivo do grupo é chamar a atenção e dialogar com as autoridades da cidade. 

De acordo com as informações divulgadas pela assessoria de comunicação da Prefeitura, o município se encontra neste momento na onda amarela do programa, o que prevê o fechamento das academias por 28 dias para análise do caso.

Um dos integrantes do grupo contestou. Marco Túlio Narciso, disse que as academias já ficaram fechadas por tempo demais 

“Nós fechamos as academias no dia 17 de março e só retornamos no dia 4 de maio, foi muito tempo parado. Desde então nós estamos funcionando cumprindo todas as normas exigidas pela fiscalização local, com limite de atendimento, obrigatoriedade da máscara e higienização rígida”, afirmou.

Marco Túlio, destacou ainda que o prejuízo da categoria já é muito grande

“Antigamente nos horários de pico eu conseguia atender por hora, em média de umas 30/40 pessoas na minha academia. Mas agora com as novas regras, eu tenho o limite de apenas 12 clientes. Então se eu for calcular em números, eu não consigo atender 30% do que eu atendia antes. Atualmente eu tenho 70% de prejuízo, não consigo atender todos os meus clientes mais, muitos deles inclusive estão saindo. Nós estamos apenas sobrevivendo nesse período, pagando aluguel e o salários dos meus funcionário”, ressaltou.

O grupo informou que já entrou em contato com a Prefeitura, mas que o único retorno que obtiveram foi que a responsabilidade era do Estado. Já o Governo de Minas Gerais se pronunciou dizendo que o protocolo do Minas Consciente não permite que nenhuma cidade já comece na onda verde, independente dos números que ela apresenta.

Narciso contestou ainda o critério de escolha dos serviços que permanecem abertos

“As academias estão sendo enquadradas em serviços de lazer, sendo que nós trabalhamos com saúde,isso é um serviço essencial. Qual o sentido então em abrir os bares, onde há aglomeração sem controle e fechar academias, onde o ambiente é controlado e oferecemos saúde e imunidade às pessoas?

A assessoria de comunicação do Governo do Estado não respondeu nossas perguntas até o fechamento desta matéria.

 

Entenda o caso

A Prefeitura de Divinópolis, anunciou no dia 04 de agosto, a adesão ao Minas Consciente. O programa que passou recentemente por mudanças, levando em conta a realidade de cada município, tem como objetivo promover a retomada econômica gradual. Quando foi anunciado, o município estava enquadrado na onda verde, mantendo os serviços atualmente liberados,em funcionamento normal. Porém na sexta-feira (07),  a assessoria de comunicação da Prefeitura, confirmou que de acordo com o Comitê Estadual, a cidade está na onda amarela e não na verde. 

Com isso, somente os serviços listados abaixo podem funcionar:

– Bares (consumo no local);

– Autoescola e cursos de pilotagem;

– Salão de beleza e atividades de estética;

– Comércio de eletrodomésticos e equipamentos de áudio e vídeo;

– Papelaria, lojas de livros, discos e revistas;

– Lojas de roupas, bijuterias, joias, calçados, e artigos de viagem;

– Comércio de itens de cama, mesa e banho;

– Lojas de móveis e lustres;

– Imobiliárias;

– Lojas de departamento e duty free;

– Lojas de brinquedos.

Sendo assim, as academias de Divinópolis terão que fechar novamente. 

Ana Flávia Dias

Ana Flávia Dias

Estudante de jornalismo. Estagiária do Portal Gerais.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.