COVID: Hospital Santa Mônica emite nota sobre container refrigerado

Unidade desmente suspensão de atendimentos e diz que eles estão sendo regulados dentro “das melhores práticas e protocolos”

O Hospital Santa Mônica, em Divinópolis, emitiu nota na tarde desta quinta-feira (25/3) sobre a locação de um container refrigerado. Imagens do equipamento viralizou nas redes sociais ao longo do dia. Ele foi alugado para dar suporte a estrutura da unidade que está operando no limite devido ao aumento de internações e mortes em decorrência da COVID-19.

Embora a unidade afirme que ainda não está atuando com “estatísticas negativa”, ela informou que o grupo adota “todas as formas de contingências possíveis para execução das suas boas práticas em todas as fases de atendimento, incluindo a referida locação de container refrigerado”. 

Ele será utilizado para armazenamento de possíveis corpos de pacientes que tenham morrido em decorrência da doença.

Atendimento limitado

A unidade também desmente que tenha suspendido os atendimentos no pronto-atendimento. Entretanto, confirma a limitação regulando dentro “das melhores práticas e protocolos”.

Leia a nota na íntegra:

“O Hospital Santa Mônica de Divinópolis esclarece que os atendimentos no Pronto Atendimento da unidade não foram suspensos. A equipe do Hospital está trabalhando incessantemente para o enfrentamento da COVID-19,  regulando os atendimentos dentro das melhores práticas e protocolos, obviamente limitados a capacidade que o Hospital tem (recursos humanos, corpo médico e técnico, medicamentos e materiais, gases medicinais  dentre outros).  

Por essa razão, entendemos que os leitos de internação e/ou UTI devem ser priorizados para casos graves de  Covid-19 e demais casos de urgência/emergência inadiáveis, de forma a não prestar prioridade para um paciente que pode adiar o atendimento médico presencial para outro momento em que haja maior controle, até para a própria segurança do mesmo.  

Limitados a capacidade do Hospital, todos os pacientes, sejam eles beneficiários do Saúde Vida, de outras operadoras e mesmo particulares estão sendo atendidos no Pronto Atendimento. Havendo limitação, o Hospital coordenará a regulação com as operadoras e demais prestadores de serviços. Cabe ressaltar também, que a operadora Saúde Vida tem cerca de 41.000 vidas na região e está focada em atender os beneficiários, de forma a evitar o transbordo dessa população para o sistema público de saúde. 

Sobre o vídeo em questão, primeiramente vale ressaltar que o Hospital Santa Mônica está totalmente comprometido com a sua população local no enfrentamento da Covid-19. O grupo mantém boas práticas no tratamento da doença. É notório e fato de ampla divulgação nacional, que os hospitais se encontram com a sua capacidade máxima de instalação dedicadas aos caos graves de Covid. No caso do Hospital Santa Mônica ainda não estamos nessa estatística negativa, mas o grupo adota todas as formas de contingências possíveis para execução das suas boas práticas em todas as fases de atendimento, incluindo a referida locação de Container refrigerado. Reforçamos a  recomendação a população da necessidade do uso de máscaras, evitar aglomerações, efetuar a lavagem das mãos e assepsia com álcool 70°, distanciamento e demais recomendações sanitárias”.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.