Skip to main content

CPI da Educação suspende oitivas para analisar documentos e depoimentos

By 09/06/2022junho 13th, 2022Outras Notícias, Política

Os membros da comissão parlamentar de inquérito que investiga gastos da Secretaria de Educação de Divinópolis decidiram, nesta quarta-feira (8/6), suspender as oitivas que estavam agendadas.

Segundo o presidente da CPI, vereador Josafá Anderson (Cidadania), as informações mais importantes que poderiam ser extraídas destas oitivas já foram colhidas.

“Percebemos que as pessoas que trariam as informações mais importantes para a CPI já foram ouvidas, já temos uma quantia considerável de informações. Agora a comissão vai se concentrar naquilo que foi levantado, para buscar, sobretudo, os valores que poderiam ter sido economizados com as compras feitas pela secretaria”, afirmou.

Na opinião do parlamentar, alguns dos próximos depoimentos que estavam marcados tratam apenas de questões técnicas e pedagógicas, que fogem do objetivo da CPI.

“O objetivo da comissão é aferir se houve ou não mal uso dos recursos públicos. Questões que dizem respeito a aspectos pedagógicos fogem do escopo desta CPI”.

Segundo o presidente da comissão, as oitivas serão paralisadas, inicialmente, pelo prazo de 10 dias, podendo este prazo ser alterado.

“Terminado o prazo de suspensão, outras pessoas poderão ser ouvidos, ou até mesmo as que já foram ouvidas poderão retornar para esclarecimentos ou acareações. Queremos que a CPI aconteça com muita tranquilidade e transparência”, concluiu.

Os últimos a serem ouvidos foram o coordenador de compras da Secretaria Municipal de Administração Rafael Virginíssimo e a secretária de Governo e vice -prefeita Janete Aparecida (PSC).