Criminalidade aumenta 28%

Vinícius Luz

 

O Boletim Mensal da Criminalidade da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) mostrou crescimento de crimes violentos em Minas Gerais. Em Divinópolis, o índice não foi muito diferente. O documento liberado no final de setembro apontou a evolução de crimes como roubos, homicídios e estupros em 29 cidades do estado. Em toda Minas Gerais foi registrado um aumento de 25% em setembro deste ano em relação ao mesmo mês de 2012.

 

Já em Divinópolis os crimes violentos aumentaram 28,24% entre janeiro e setembro de 2013 quando comparado com o mesmo período do ano passado. As autoridades já trabalham medidas para reduzir estes números.

 

De acordo com o boletim da Seds, foram considerados os crimes violentos, como homicídios e estupros, e os crimes violentos contra o patrimônio como os roubos, sequestros e extorsões. Em setembro de 2013 foram registrados em Minas 7.017 crimes violentos contra 5.622 registrados no mesmo período de 2012, um aumento de 25% de ocorrências.

 

Os crimes violentos contra o patrimônio foram 32,1% maior em todo Estado nem setembro com registro de 6.127 ocorrências contra 4.635 no mesmo mês no ano passado.

 

Divinópolis

 

Em Divinópolis, foram registrados, em setembro de 2013, 100 ocorrências de crimes violentos contra 84 no mesmo período no ano passado. Em todo ano de 2012 foram registrados 971 crimes violentos na cidade. De janeiro a setembro do mesmo ano foram 687 ocorrências. Sendo que este ano, foram registrados 881 casos, um aumento de 28,24%.

 

Quanto aos crimes contra o patrimônio, foram registrados, no ano passado, 864 ocorrências contra 819 entre janeiro e setembro deste ano. No mesmo período do ano passado foram 617 ocorrências, sendo que este ano o número cresceu 32,74%. Na lista de ocorrências estão os assaltos à mão armada e extorsão.

 

Prevenção

 

O capitão da Polícia Militar, Leônidas dos Santos Ribeiro afirma que já estão sendo realizadas ações para coibir a criminalidade, dentre elas, operações como a Impacto, realizada periodicamente na cidade com apoio da Polícia Civil, onde são cumpridos mandados de busca e apreensão em pontos que tem grande quantidade denuncias. Há ainda as operações Divisas em conjunto com a Receita Federal, Polícia Rodoviária e outros órgãos nas divisas com outros municípios.

 

O capitão ressalta ainda que a participação da população é de suma importância para a redução destes números. “As denuncias, sejam anônimas através do 181 ou mesmo através do 190, ajudam a localizar e prender suspeitos, descobrir pontos onde estão ocorrendo ações delituosas entre outros benefícios para os trabalho das autoridades”, afirma.

 

Cobrança

 

O presidente da Associação Comunitária para Assuntos de Segurança Pública (Acasp), José Vitor Santos afirmou que os dados divulgados pela Seds foram colocados em pauta nas últimas reuniões. Segundo ele, foram cobradas das polícias Militar e Civil medidas para reduzir os índices. “Cobramos das autoridades medidas para reduzir os crimes, mas já temos parcerias com projetos que irão ajudar nessa redução”, afirma.

 

Programas como o “Olho Vivo” que prevê a instalação de 32 câmeras em pontos estratégicos da cidade irão coibir a criminalidade e infrações de trânsito na cidade. Uma central de monitoramento será criada no Batalhão da PM que irá usar as câmeras para responder rapidamente a ocorrências e ajudará na identificação de suspeitos. As câmeras já estão em processo de instalação e a previsão é que no início do ano que vem já estejam em funcionamento.

 

Outro projeto citado pelo presidente foi a inclusão de Divinópolis no projeto “Crack é Possível Vencer” onde serão instaladas 19 câmeras em pontos onde há registro de vendas e uso de drogas na cidade. O objetivo é reduzir as ocorrências de tráfico de drogas e combater a prática na cidade.

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano é editora-chefe do Portal Centro-Oeste. Jornalista por formação e paixão. Curiosa, observadora e questionadora.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.