Cruz de todos os povos: Projeto para pavimentar acesso é liberado para a CEF

Serão 4 quilômetros de pavimentação, sendo 2 quilômetros de pista dupla; Investimento está previsto em R$472 mil

A Secretaria Municipal de Fiscalização de Obras e Planejamento (Semfop) priorizou a elaboração do projeto de acesso à Cruz de Todos os Povos, em Divinópolis. A proposta de R$ 472 mil já está na Caixa Econômica Federal (CEF) para aprovação.

Neste ano, a Semfop refez o projeto de acesso ao ponto turístico. Dentre os serviços da empresa que será contratada, são necessários projetos de terraplanagem, drenagem, pavimentação e sinalização.

Conforme a proposta, são 4 quilômetros de pavimentação, sendo 2 quilômetros de pista dupla. No projeto consta a construção de um calçadão com largura de 4 metros e extensão de 800 metros.

Os recursos para elaboração do projeto de acesso ao monumento religioso somam R$ 472 mil, sendo R$ 365 mil do Ministério do Turismo, conseguidos mediante articulação do deputado Federal Domingos Sávio (PSDB) e o restante é de contrapartida da prefeitura de Divinópolis.

A Semfop aguarda aprovação da Caixa para preparar a documentação e enviar ao setor de compras para realização da licitação.

“Quando cheguei na Semfop verifiquei a necessidade de priorizarmos alguns projetos, até mesmo para que a cidade não perdesse nenhuma verba. Sabemos da importância da Cruz de Todos os Povos para a cidade, notadamente para o fomento do turismo. Vai ser um acesso de qualidade e seguro, fundamental para as pessoas que visitarem o local”, afirmou o secretário interino, Fernando Henrique Costa de Oliveira.

O projeto da Cruz de Todos os Povos foi anunciado em 2016 pela Associação Terra de Deus. O monumento religioso terá 74 metros.  A obra fecha o ciclo de três grandes cruzes pelo mundo, formando a Santíssima Trindade. As outras duas estão no México e Líbano.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.