Skip to main content

Deputado Cristiano Silveira pede que MP investigue caso de criança enforcada por policial reformado

By 07/11/2022novembro 9th, 2022Política

O menino foi agredido, segundo a mãe, após dizer “Lula lá”; Agressão deixou hematomas no pescoço da criança

O deputado estadual Cristiano Silveira (PT) acionou nesta segunda-feira (07/11), o Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Defesa dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes do Estado de Minas Gerais, pedindo a investigação e a eventual responsabilização pela agressão a uma criança de seis anos, em Divinópolis. O menino foi enforcado, segundo relatos da mãe Reisla Naiara, por um policial militar reformado, após ele dizer que era “Lula lá”.

O menino estava em uma padaria quando foi questionado por um policial se seria apoiador do então candidato à presidência Jair Bolsonaro. Ao manifestar apoio a Lula, foi enforcado, segundo denunciou a mãe à Polícia Militar.

O caso aconteceu no domingo pela manhã, porém o boletim de ocorrência foi registrado apenas a noite quando a mãe chegou para buscar o filho na casa do pai. Após perceber hematomas e marcas da violência sofrida e saber o ocorrido, acionou a polícia. O menino foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade.

“A que ponto chega a intolerância, a falta de humanidade? É um absurdo que qualquer pessoa seja violentada por seu posicionamento político, quem dirá uma criança. Esse crime precisa ser apurado e punido.” afirmou Cristiano Silveira.

Nota PT Divinópolis

O Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores de Divinópolis e todos seus filiados se solidarizam com o menor e sua família em razão das agressões sofridas no último dia 30, quando foi questionado qual político ele apoiava, o menino de 6 anos disse “Sou Lula lá”. Diante das agressões sofridas, ainda que em tom de brincadeira, conforme fala do agressor, nada justifica o contato físico e a ação por parte de um policial reformado contra uma criança de apenas seis anos.

Nesse sentido, nós do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores de Divinópolis esperamos que as medidas legais sejam tomadas para que a investigação ocorra de maneira justa e que as autoridades atuem ativamente para apuração do ocorrido. Assim, aguardamos ações da Polícia Civil, Ministério Público e outras autoridades competentes.

Considerando que a paz, a harmonia e a democracia são princípios básicos por todos nós, demonstramos nossa solidariedade com a criança e sua família para que saibam que seguiremos juntos em prol de um único Brasil.

Repercussão

Na sexta-feira (4/11), o deputado federal André Janones (Avante) usou as redes sociais para repudiar o caso.

“O Bolsonairsmo vive” disse ele, emendando várias críticas.

“O Bolsonarismo vive, e se as forças democráticas não compreenderem esse fenômeno e voltar a campo somente daqui 4 anos para um novo enfrentamento, amarguraremos uma derrota histórica, e com danos irreparáveis para a nossa democracia. Combater a extrema direita deve ser obrigação diária para todos nós, assim como escovar os dentes e tomar banho”, afirmou e completou:

“Ou a gente faz isso, ou corremos o risco de não nos chocarmos diante de crianças sendo estranguladas por não serem “patriotas”. Situações como essa não podem nem chocar e nem serem combatidas apenas em período eleitoral. A luta contra o fascismo, deve ser constante: orai e vigiai. Nesse caso, a vigia vale mais que a oração”.