Descompromisso arranha credibilidade de vereadores – mais ainda dos novos

By 02/03/2021 Blog

É uma pena que tamanho desleixo ocorra. Principalmente em um momento ainda tão precoce da atual Legislatura

O descompromisso de alguns vereadores levou ao cancelamento de um workshop de capacitação em políticas públicas organizado pela regional da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) em Divinópolis. Marcado para a manhã desta segunda-feira, 1º, o curso tinha os legisladores como alvo e foi cancelado por falta de público.

De acordo com a Fiemg, todos os 17 vereadores foram convidados (tanto pessoalmente nos gabinetes quanto por mensagem no WhatsApp). Especialmente os novatos na função de legislar, aos quais os conhecimentos a serem transmitidos no workshop seriam ainda mais úteis.

Mas, no dia e hora marcados, só três compareceram: Ademir (MDB), Josafá Anderson (Cidadania) e Roger Viegas (Republicanos). Nenhum dos novatos se deu ao trabalho.

Um dos novatos, Israel da Farmácia (PDT), informou à entidade que não poderia comparecer por estar em Belo Horizonte acompanhando o filho em uma questão de saúde. Ele enviou um assessor. Mas, o curso era mesmo para os vereadores – e não para representantes deles.

Os outros simplesmente não compareceram.

Vereadores Ademir Silva, Roger Viegas e Josafá Anderson foram os únicos a comparecer (Foto: Fiemg/Divulgação)

Na mesma manhã, alguns dos ausentes fizeram posts na internet dizendo que acompanhavam inaugurações de obras. Não é que isto seja errado (claro que não, pois essas publicações são uma forma legítima de prestar contas ao eleitorado). Mas, assim como existe o que é publicado, também existe o que não é publicado. Neste caso, nada foi postado sobre a ausência no workshop.

O descompromisso de alguns vereadores tem sido percebido também nas reuniões das comissões. Informações de bastidores apuradas pelo PORTAL GERAIS com fontes no Legislativo indicam ausências em importantes reuniões de comissões legislativas. Faltas que afetam diretamente o resultado das discussões ao atrasar o debate de projetos de lei que precisam caminhar e não podem ficar à mercê da boa vontade de quem se dispôs a ocupar o cargo de vereador e as funções nas comissões.

É uma pena que tamanho desleixo ocorra. Principalmente em uma momento ainda tão precoce da atual Legislatura, que só tem dois meses de trabalho. Como esperar que os próximos sejam diferentes?

Tomara que, diante deste lamentável episódio, os eleitores cobrem de seus vereadores mais compromisso com tudo o que for capaz de fazê-los compreender melhor as engrenagens da política, para que se tornem legisladores mais conscientes do papel de propor e aprovar leis e fiscalizar o Executivo.

Ressalvas

Em nota de esclarecimento divulgada na tarde desta terça-feira, 2, a Câmara confirma que os vereadores foram convidados e ressalta que as informações fornecidas à imprensa pela Fiemg omite alguns pontos. 

“Em nenhum momento foi explicado que haveria necessidade de número mínimo de presença para realização do Workshop. A Fiemg convidou vereadores e secretários, mas não divulgou quem confirmou presença e não compareceu, visto que a cobrança da ausência deveria ser manifestada diretamente a quem assumiu compromisso de presença, e não de forma genérica a todos agentes políticos”, pontua. 

Ainda segundo o Legislativo, o evento havia sido inicialmente programado para ser realizado em janeiro, quando os vereadores estavam com suas agendas ainda em aberto pelo início da legislatura.

“Com o adiamento do evento, em virtude da restrição imposta pelo ‘Minas Consciente’ por causa da pandemia, as agendas de muitos agentes políticos ficaram comprometidas com a participação no evento”, finaliza.

Ricardo Welbert

Ricardo Welbert

Ricardo Welbert, jornalista formado pela Uemg em Divinópolis e mestrando em Ciências da Comunicação na Universidade do Porto, em Portugal.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.