Skip to main content

Desenvolvimento do Brasil é tema de exposição multimídia em Itaúna

Projeto já passou por cidades como Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba, reunindo um público superior a 30 mil pessoas

Itaúna, na região Centro-Oeste de Minas, se prepara para receber pela primeira vez a exposição “Integra: A cultura de um povo, o desenvolvimento de um país”. O projeto já passou por cidades como Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba reunindo um público superior a 30 mil pessoas.

A exposição aborda a evolução e a atual situação de sete setores ligados ao desenvolvimento do Brasil, sendo eles a agropecuária, construção, energia, mineração, transporte, cultura e desenvolvimento e ODS.

De acordo com a organização da “Integra”, a intenção é apresentar como a abordagem desses temas é feita em outros países, com o emprego de técnicas modernas e comparar com o que vem sendo realizado no Brasil e, a partir daí, ter um ponto de inflexão., despertando o questionamento e outros pontos de vista.

“Trazemos tudo que é bom, coisas futuras, que outros países possuem e que não se tem por aqui. E fica essa situação da crítica para que cada um dos visitantes da exposição possa fazer sua reflexão”, explica Daniel Casadó.

O principal objetivo da exposição, complementa, é despertar em cada cidadão, qual é o papel de cada um para colaborar no desenvolvimento do Brasil.

A exposição “Integra: A cultura de um povo, o desenvolvimento de um país é tecnológica”. Nela, os visitantes assistem a vídeos, observam maquetes, painéis explicativos e eletrônicos e contam, até, com um jogo multiplayer.

A exposição será realizada na Universidade de Itaúna, entre os dias 30 de agosto a 30 de setembro sempre de segunda a sexta-feira, das 10h às 20h. A entrada é gratuita. A realização é da P4 Produções.

“Na temporada 2022 a exposição ficará mais interativa. Muitos dos conteúdos que eram expostos em paredes serão transferidos para televisores e novos interativos serão inseridos na exposição. Além disso, teremos a chegada de 02 novos módulos: ODS e Cultura e Desenvolvimento”, pontua Casadó.

Nesta nova fase da exposição “Integra” as duas cidades em Minas Gerais que irão recebê-la são Itaúna e Ipatinga no Vale do Aço. Depois a exposição segue para São José dos Campos e Andradina em São Paulo.

A temporada 2022 é patrocinada pela Usiminas, Bayer e Isa Cteep com apoio do Instituto Usiminas. O projeto é realizado através da Lei de Incentivo à Cultura.

O que encontrar?

A “Integra” é uma exposição interativa, digital e itinerante que aborda a evolução e a atual situação de setores ligados ao desenvolvimento sustentável e como as novas tecnologias impactam no dia-a-dia e na cultura da população. Os temas abordados na “Integra” são:

Fluxos

Analisa o setor de transportes modais no país e novas tecnologias nas estradas.

Energia

Setor energético óleo, gás e petróleo, painéis e maquetes interativas mostram as energias limpas, renováveis e sustentáveis.

Campo

Produção agrícola de precisão, tecnologia e florestas plantadas.

Cidades

As grandes obras no Brasil e as cidades do futuro.

Mineração

Interativo com óculos 3D, projeção mapeada, elementos químicos, produção mineral e processos.

Cultura e Desenvolvimento

As pessoas. A formação étnica e cultural do povo brasileiro, os valores que impulsionam desenvolvimento e geram riqueza material e imaterial.

ODS

Alinhar crescimento e sustentabilidade. Os 17 ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU que compõe a Agenda 2030) num ambiente imersivo com interações.