Skip to main content

Divinópolis: 20 denúncias de assédio eleitoral são investigadas na subunidade do MPT

By 21/10/2022outubro 26th, 2022Política

Um caso suspeito de assédio foi denunciado pelo PT contra a empresa Líder Interiores em Carmo do Cajuru

O Ministério Público do Trabalho em Minas Gerais (MPT-MG) já tem instauradas 251 investigações, a partir de denúncias de assédio eleitoral. Só na sede de Divinópolis, que também atende a outros municípios do Centro-Oeste, são 20 denúncias em apuração.

Essa semana houve a formalização de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com um empresário de Nova Serrana. Também está em investigação o caso denunciado pelo Partido dos Trabalhadores (PT) envolvendo a empresa Líder Interiores de Carmo do Cajuru. A empresa nega a prática.

Embora venham de várias partes do Estado, segundo o MPT, elas são mais recorrentes do Sul de Minas. O estado é o primeiro no Brasil com o maior número de denúncias, perdendo apenas para o Paraná.

Essas denúncias estão sendo investigadas tanto na sede do MPT-MG, em Belo Horizonte, como nas dez unidades que funcionam nas principais regiões do estado, que são as Procuradorias do Trabalho nos municípios de Uberlândia, Varginha, Coronel Fabriciano, Teófilo Otoni, Divinópolis, Pouso Alegre, Patos de Minas, Montes Claros e Juiz de Fora.

O Ministério Público do Trabalho em Minas Gerais (MPT-MG), o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público Estadual (MPMG) estão promovendo nesta sexta (21/10) Audiência Pública para colocar em debate a questão do “Assédio Eleitoral Organizacional e Institucional”.

“A ideia é conseguirmos delinear contornos conceituais, divulgar canais de formalização de denúncias e esclarecer sobre providências subsequentes, além de colhermos dados e sugestões de atuação prospectiva e efetiva relativamente ao objeto, a partir da oitiva das entidades presentes”, explica a coordenadora Regional da Coordenadoria da Promoção da Regularidade do Trabalho (Conap) e procuradora do Trabalho que convocou a audiência, Elaine Nassif.

Cada unidade do MPT-MG atende a uma média de 80 municípios próximos. Confira o número de investigações abertas nas Procuradorias do Trabalho em Minas Gerais, até as 10 horas de hoje, 21/10.