Divinópolis adere ao Minas Consciente para promover retomada da economia local

Levantamento será feito para definir se haverá regressão ou avanço nas flexibilizações; Adesão deve ser concluída até 06 de agosto

O prefeito de Divinópolis, Galileu Machado, anunciou decisão de aderir ao Minas Consciente, nesta terça-feira (04). O programa do Governo Estadual, que foi reformulado levando em conta a realidade de cada município, visa promover a retomada econômica gradual e coordenada nas cidades mineiras, sugerindo medidas que preservem a saúde dos munícipes. Divinópolis vai se enquadrar na onda verde. Assim todas as atividades que estão nas ondas vermelha, amarela e verde podem abrir. O município ainda não especificou se haverá alguma regressão das flexibilizações. O levantamento está em elaboração e deverá ser publicado junto com o decreto.

O comitê estadual vai monitorar semanalmente a situação da cidade, levando em consideração os dados dos últimos 28 dias. O Comitê Municipal de Enfretamento à Covid-19 vai definir o regramento em reunião. O decreto regulamentando a adesão sairá nos próximos dias.

Durante o anúncio o prefeito reforçou a necessidade da adoção das medidas sanitárias para evitar um retrocesso.

“Precisamos definir regras claras e precisamos, principalmente, que a população siga as regras. Assim evitaremos a aumento de casos e novos fechamentos”, reforça.

Entenda o Programa

O “Minas Consciente – Retomando a economia do jeito certo” é uma proposta criada pelo Governo de Minas Gerais, por meio das secretarias de Desenvolvimento Econômico (Sede) e de Saúde (SES-MG), que sugere a retomada gradual de comércio, serviços e outros setores, através de adoção de um sistema de critérios e protocolos sanitários, que garantam a segurança da população.

O plano foi baseado nas informações fornecidas por diversas instituições e entidades de classe, como dados econômicos, mas principalmente, dados de saúde pública.

O Minas Consciente setoriza as atividades econômicas em três “ondas”; Onda Vermelha: 1ª fase (Serviços essenciais); Onda Amarela: 2ª fase (Serviços não essenciais); Onda Verde: 3ª fase (Serviços não essenciais com alto risco de contágio). As regiões serão classificadas por essas ondas e sofrerão intervenções de acordo com cada uma.

A progressão de ondas no programa será feita avaliando características como, tamanho da cidade, logística de atendimento e capacidade assistencial. A evolução das ondas deverá ser avaliada a cada sete dias, para os que estiverem na primeira fase (serviços essenciais) e a cada 28 dias para os que estiverem na segunda fase (serviços não essenciais). 

Os Comitês Macrorregionais, criados pela Deliberação nº 25 do Comitê Extraordinário Covid-19, encaminharão, semanalmente, as informações dos indicadores do Minas Consciente para seus membros, prestando suporte para a tomada de decisão do município. A retomada das atividades econômicas ficará a critério dos prefeitos e prefeitas de cada cidade, a partir de informações fornecidas pelo Governo do Estado.


Ondas

Veja, a seguir, exemplos de atividades que estão incluídas em cada uma das três etapas do plano Minas Consciente

Onda 1 – vermelha – serviços essenciais

– Supermercados, padarias, restaurantes, lanchonetes, lojas de conveniência

– Bares (somente para delivery ou retirada no balcão) 

– Açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros

– Serviços de ambulantes de alimentação

– Farmácias, drogarias, lojas de cosméticos, lavanderias, pet shop

– Bancos, casas lotéricas, cooperativas de crédito

– Vigilância e segurança privada

– Serviços de reparo e manutenção

– Lojas de informática e aparelhos de comunicação

– Hotéis, motéis, campings, alojamentos e pensões

– Construção civil e obras de infraestrutura

– Comércio de veículos, peças e acessórios automotores

Onda 2 – amarela – serviços não essenciais

– Bares (consumo no local)

– Autoescola e cursos de pilotagem

– Salão de beleza e atividades de estética 

– Comércio de eletrodomésticos e equipamentos de áudio e vídeo

– Papelaria, lojas de livros, discos e revistas, 

– Lojas de roupas, bijuterias, joias, calçados, e artigos de viagem

– Comércio de itens de cama, mesa e banho

– Lojas de móveis e lustres

– Imobiliárias

– Lojas de departamento e duty free

– Lojas de brinquedos

Onda 3 – verde – serviços não essenciais com alto índice de contágio

– Atividades artísticas, como produção teatral, musical e de dança e circo

– Academias e demais atividades de condicionamento físico 

– Cinemas, bibliotecas, museus, arquivos

– Parques, zoológicos e jardins

– Clubes

– Feiras, congressos, exposições, filmagens de festas, casas de festas, bufê

– Parques de diversão, discotecas, boliches, sinuca

– Bares com entretenimento (shows e espetáculos)

– Serviços de colocação de piercings e tatuagens

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.