Divinópolis deve receber pouco mais de 4 mil doses da vacina

Profissionais da linha de frente serão os primeiros vacinados; Imunização será feita por táticos móveis em cerca de 24 horas

Divinópolis está preparada para receber as doses da vacina contra a Covid-19 e iniciar imediatamente a aplicação. Com percentual previsto em 2% da população nesta primeira leva, devem ser imunizados os profissionais de saúde que atuam na linha de frente, na sequência, a partir do recebimento de novos carregamentos os demais profissionais da área e idosos a partir de 75 anos.

 “Inicialmente, até porque o quantitativo é bem restrito, nós vamos começar com uma equipe de seis táticos móveis que farão essas imunização nos locais que essas pessoas trabalham, hospitais, UPA”, explica o secretário de saúde, Alan Rodrigo Silva.

Divinópolis deve receber pouco mais de 4 mil doses. Devem ser gastas 24 horas para aplicar todo o lote a partir do início ainda sem data confirmada. A previsão é de que cheguem até o final desta semana. Essa quantidade é equivalente a primeira dose. A segunda deve ocorrer em 28 dias, e elas ainda devem ser enviadas ao município. As 62 mil seringas e agulhas já foram recebidas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

Só de profissionais de saúde, segundo a série histórica observada em outras campanhas de imunizações, são 7 mil. Não há um quantitativo que quantas pessoas integram o grupo prioritário desta primeira fase.

“A gente tem um déficit que acreditamos que na medida em que a produção do Butantan for estabilizando a gente vai recebendo, até porque o modal logístico é bem eficiente, bem rápido para chegar na ponta. A gente acredita que em pouco tempo tenhamos já uma nova leva de imunes para imunizar este grupo”, comenta.

Na segunda etapa, ainda sem data, serão vacinadas as pessoas com comorbidades e na terceira a população em geral. Para este último grupo, o esquema de vacinação será por meio de drive-thru. O ponto de vacinação deverá ser o parque de exposição. O local não está fechado. O tático móvel também dará suporte para imunizar as pessoas em situação de cama, de vulnerabilidade social, que não podem se deslocar até as unidades.

O esboço também prevê aparato de segurança com apoio da Polícia Militar (PM).

“A gente pede a população respeito aos critérios, respeito aos profissionais que estão ali trabalhando, fazendo seu ofício (…) A gente teve relatos na campanha de Influenza, no ano passado, por exemplo, de ataque a profissionais, teve perda de imunobiológicos, chutaram a caixa de vacina”, relata o secretário.

Ele ainda faz um apelo.

“População, a gente sabe o anseio de todos, mas os critérios são mensurados, eles veem do Ministério da Saúde e são no mínimo razoáveis”.

Compra de vacinas

A compra de vacinas com dinheiro próprio do município não foi descartada, caso seja necessária.

 “Não vai faltar vacina. Se Divinópolis precisar adquirir vacina com recurso próprio vai adquirir. Mas o governo federal já deixou bem claro que vai fornecer para todas as cidades do país”, comentou a vice-prefeito Janete Aparecida (PSC).

Embora a vacinação deva ser iniciada nos próximos dias, a vice-prefeita faz um alerta a população.

“Não pense que por você estar imune que você pode sair sem máscara, abraçando todo mundo, que não precisa respeitar o distanciamento. Durante esses próximos meses precisaremos estar muito atentos porque quem vai decidir a hora de parar, que estaremos livres disso é a ciência e temos que aguardar”, afirmou.

Assista a entrevista coletiva:

 

 

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano é editora-chefe do Portal Centro-Oeste. Jornalista por formação e paixão. Curiosa, observadora e questionadora.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.