Skip to main content

Divinópolis: Manifestantes pedem “intervenção federal”

By 02/11/2022Política

Ato bolsonarista contra resultado das eleições ocorreu na porta do Tiro de Guerra no bairro Interlagos

Um grupo de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) se reuniu, nesta quarta-feira (2/11), em frente ao Tiro de Guerra em Divinópolis (MG) para protestar contra o resultado das eleições. Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi eleito para o terceiro mandato.

Autoclassificando “apoiadores do Brasil” e tentando desvincular a imagem do presidente, os bolsonaristas faziam pedidos antidemocráticos, como “intervenção federal”. Entre as falas de efeito também estavam “nossa bandeira nunca será vermelha”, “soldado defenda a nossa pátria”.

O ato que contou com bandeiras do Brasil, faixas, ocorreu no bairro Interlagos.

Bloqueio de rodovias

Em outra frente, manifestantes também bloqueiam ilegalmente um trecho da MG-050 próximo ao Posto Marçal.

Em pronunciamento, Bolsonaro chegou a condenar os bloqueios e defendeu o direito de ir e vir.

O governador Romeu Zema (Novo) também determinou que as forças de segurança faça o necesssário para a liberação das vias. Os protestos entram para o terceiro dia, porém com adesão menor.