Divinópolis recebe feira de Natal neste final de semana

Projeto Abayomi é uma das atrações com a produção de bonecas artesanais; Evento tem o objetivo de valorizar o trabalho manual e os produtos locais, para expor trabalhos manuais e sustentáveis

Divinópolis recebe, neste fim de semana, uma feira de natal, com um encontro de artesãos. O evento tem o objetivo de valorizar o trabalho manual e os produtos locais, para expor trabalhos manuais e sustentáveis, oficinas de bordados, crochês e tingimento natural.

Projeto Abayomi

A simbólica boneca é uma das atividades do Projeto Abayomi – Foto: Divulgação

Dentre os trabalhos expostos na feira, está o Projeto Abayomi, que aborda uma das atividades produzidas pela Comunidade Quilombola Cachoeira dos Forros, situada na zona rural de Passatempo. Composto por cerca de 300 moradores, o local é conhecido pela produção de bonecas Abayomi.

Vinda do idioma yorubá, a palavra Abayomi significa “encontro precioso”. Ao PORTAL GERAIS, Bianc Amorim, morador de Passatempo e que promove a comunidade há cerca de sete anos, contou que a boneca entrou no quilombo em 2015, através de um seminário realizado por ele. A origem das bonequinhas, feitas de retalhos de tecidos, que seriam descartados, vem do período da escravidão, em um navio negreiro, que vinha para o Brasil.

“Uma mulher, muito inteligente para e época e as condições dela, que veio escravizada, estava com uma filha e sabia que ao chegar ao Brasil, ela poderia ser vendida e separada da criança, que os nomes iam mudar e então arrancou pedaços da roupa, dos retalhos e como ela estava em um navio negreiro, não havia tesoura, nem nada. Assim, a mãe conseguiu manipular estes retalhos, trançando, fazendo nós e fez o corpo de uma boneca, com braços, pernas, cabeça e tronco e pôs um vestidinho, com a roupa que tinha”, contou.

Ao confeccionar essa boneca, as mães faziam um determinado número de nós, nos braços, nas pernas e os memorizavam, pois aquilo seria usado como uma carteira de identidade para os filhos, porque havia ali a esperança de reencontrá-los futuramente, caso fugissem, ou fossem alforriadas. Nisso, está o significado de “encontro precioso”, ou Abayomi.

“Então, pensamos que estávamos introduzindo a cultura, mas depois que se passaram os 20 dias da oficina na comunidade, uma das senhoras mais velhas viu a bonequinha e disse que já tinha uma daquela, mas não sabia o histórico e o que significava. Vimos que estávamos resgatando e introduzindo essa cultura”, explicou Bianc.

Com isso, as bonecas abriram espaço para a participação da comunidade em demais feiras que abordam as questões culturais, realizadas em diversas regiões do país. Hoje, o Quilombo Cachoeira dos Forros, é um dos mais conhecidos nas redes sociais e todo o trabalho pode ser visto, através das páginas no Facebook e no Instagram.

A feira e demais atrações

O Projeto Abayomi também desenvolve outros produtos artesanais, como chaveiros, colares, brincos e enfeites Foto: Divulgação

Além do Projeto Abayomi, que desenvolve chaveiros, colares, brincos, enfeite de árvore de natal e imã de geladeira, tendo as bonequinhas como base, a feira de moda sustentável também tem como atrações a Arabescko (organizadores, com roupas), Meu Broto (canudo de bambu), Mirna Nina (sabonete e essências terapêuticas), Oficina Constantina (cerâmica e vasos), Kenia Machado (bijuterias), Stúdio da Tetê Rodrigues (fotos), Júlio Cesár (costuras criativas), Denise Arantes Bicalho (mosaícos) e Trocatapas Cerâmicas.

O evento vai até este sábado (21), das 10h às 19h, na Avenida Rio Grande do Sul, número 60, no Centro. Mais informações podem ser obtidas pelo número (37) 3512-9107.

Marcelo Lopes

Marcelo Lopes

Graduado em jornalismo e apaixonado por esportes e histórias.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.