Divinópolis segue recomendação e suspende doses da AstraZeneca em gestantes

Qualquer gestante que apresentar algum tipo de evento adverso pós-vacinal, devem procurar uma unidade básica de saúde

A Prefeitura de Divinópolis atendeu a recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e suspendeu, nesta terça-feira (11/5), a utilização da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca/Fiocruz, em mulheres gestantes.

Após recomendação da Anvisa, os profissionais de saúde dos dois postos de vacinação (Centro Administrativo e Divinópolis Clube) montados pelo município, deixaram de aplicar as doses do imunizante em mulheres grávidas.

O município de Divinópolis, assim como os demais, iniciou a vacinação contra Covid-19 em gestantes atendendo às recomendações da 6ª edição do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19 definido pelo Ministério da Saúde.

O Ministério da Saúde definiu gestantes, com comorbidades, como grupo prioritário a ser vacinado e no item 4.4 da Nota Técnica nº 467 de 26 de abril de 2021 foi definido que a vacinação neste público poderia ser realizada com qualquer vacina de plataforma de vírus inativado, de mRNA ou de vetor viral (plataforma utilizada pela vacina Astrazeneca/Fiocruz).

Conforme a Anvisa, a utilização da vacina AstraZeneca precisa seguir a orientação da bula, conforme o Programa Nacional de Imunização (PNI). A recomendação é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas contra Covid em uso no país.

Ainda de acordo com a nota da Anvisa, o uso off label de vacinas, ou seja, em situações não previstas na bula, só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), não existem informações suficientes para uma decisão final sobre o uso das doses em grávidas.  Em outros grupos, a vacinação com o imunizante AstraZeneca continua normalmente.

Tão logo a Prefeitura receba novas orientações sobre o assunto, um comunicado direcionado às gestantes será divulgado. A Secretaria Municipal de Saúde orienta que, todas as gestantes que apresentem qualquer tipo de evento adverso pós-vacinal, devem se encaminhar à unidade básica de saúde mais próxima para notificação e avaliação por profissional de saúde.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.