Skip to main content

Divinópolis: Usina de Asfalto deve começar a operar em 45 dias

By 20/06/2022Gerais

Equipe da Semsur está conduzindo as obras de preparação do terreno, localizado no Distrito Industrial, onde o equipamento será instalado

A Usina de Asfalto foi entregue à prefeitura de Divinópolis neste domingo (19/6). A informação foi confimada hoje pela prefeitura. A chegada do equipamento foi acompanhada pelo secretário de Fiscalização de Obras Públicas, Paulo José Silva e pelo secretário de Operações e Serviços Urbanos, Gustavo Mendes.

O equipamento encontra-se no pátio da Semsur onde ficará guardado até a montagem da estrutura que está sendo preparada para operação do mesmo. A equipe da Semsur está conduzindo as obras de preparação do terreno, localizado no Distrito Industrial de Divinópolis, onde o equipamento será instalado.

Essa estrutura inclui, além da terraplenagem e cercamento do local, a construção de escritórios, implantação de uma balança rodoviária para controle de insumos e da produção e também um laboratório para controle tecnológico.

Segundo o secretário de Fiscalização de Obras Públicas, Paulo José Silva, o equipamento é uma usina para produção de concreto asfáltico usinado a quente (CAUQ), nova de fábrica, com faixa de produção entre 20 e 40 ton/hora.

Denominada usina de asfalto móvel, montada sobre um único chassi, de dois eixos, o equipamento possui 2 silos dosadores metálicos, com sistema de dosagem individual, correias dosadoras com sistema de pesagem individual através de célula de carga, secador de agregados, filtro com mangas de poliéster, elevador de arraste e descarga, misturador tipo pug mill e tanque para depósito de CAP.

“Com ela, a expectativa é suprir toda a necessidade do município com os reparos e a operação tapa-buracos”, salientou o secretário de Operações e Serviços Urbanos, Gustavo Mendes.

Toda a produção é controlada via cabine automatizada com painel de controle e monitoramento completo, com automação por sistemas supervisores com controle eletrônico e manual e sistema para acompanhamento da produção e emissão de relatórios.

O objetivo do equipamento é a produção de Concreto Asfáltico Usinado a Quente (CAUQ), que será utilizado prioritariamente para operação tapa buraco, podendo futuramente ser utilizado para asfaltamento sobre calçamento poliédrico e recapeamento das vias urbanas do município.

Recursos

A Usina de Asfalto foi adquirida com recursos de R$ 1,8 milhão provenientes de emenda parlamentar individual do senador Rodrigo Pacheco. A indicação da emenda foi realizada após pedido do deputado estadual Cleitinho Azevedo. 

Além da usina de asfalto, com a mesma emenda também será possível adquirir uma balança rodoviária para controle de insumos e produção, além de equipamentos para laboratório de controle tecnológico.

A expectativa é que o equipamento esteja instalado em cerca de 45 dias.