Divinópolis vai para a onda vermelha e manda fechar serviços não essenciais

Ao seguir as diretrizes, apenas serviços essenciais poderão funcionar na cidade a partir de sábado (02/01) no município

A Prefeitura de Divinópolis vai acatar a recomendação do Comitê Estadual para o combate a Covid-19 e decretará a Onda Vermelha do Programa Minas Consciente, a partir deste sábado (02. A nota oficial da Superintendência Regional de Saúde destaca que o cenário atual da pandemia no estado de Minas Gerais é de alerta, apontando crescimento no número de casos e óbitos pela doença nas últimas semanas.

Isso exige ainda mais cautela em relação às ações de distanciamento social, bem como a necessidade dos municípios agirem de forma alinhada, já que a resposta assistencial segue uma lógica regional”, afirma em nota.

O decreto será publicado no site oficial da Prefeitura de Divinópolis nesta quinta-feira (31) e na edição de segunda-feira (04) no diário oficial dos municípios mineiros.

As mudanças definas pelo Comitê Extraordinário Covid-19 do Estado são válidas por uma semana e visam manter o equilíbrio do cenário pandêmico de acordo com a avaliação e análise da doença no Estado.

Ao seguir as diretrizes, apenas serviços essenciais poderão funcionar na cidade a partir de sábado: 

– Supermercados, padarias, lanchonetes, lojas de conveniência;
– Bares e restaurantes (somente para delivery ou retirada no balcão);
– Açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros;
– Serviços de ambulantes de alimentação;
– Farmácias, drogarias, lojas de cosméticos, lavanderias, pet shop;
– Bancos, casas lotéricas, cooperativas de crédito;
– Vigilância e segurança privada;
– Serviços de reparo e manutenção;
– Lojas de informática e aparelhos de comunicação;
– Hotéis, motéis, campings, alojamentos e pensões;
– Construção civil e obras de infraestrutura;
– Comércio de veículos, peças e acessórios automotores.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.