Donos de lotes precisam ser estudados pela Nasa, dispara Gleidson

Reação foi após atearem fogo em terreno próximo a prefeitura e prejudicar vacinação; Prefeito promete multar

O prefeito de Divinópolis Gleidson Azevedo (PSC) disse que os “donos de lotes precisam ser estudados pela Nasa”. A reação foi após atearem fogo em um terreno próximo a prefeitura e prejudicar a vacinação contra a COVID-19, nesta segunda-feira (10/5).

Um dos pontos de imunização na modalidade drive thru é no centro administrativo. Para chegar até o local, os veículos passam por trás do prédio, próximo ao local onde havia o fogo.

“Até que ponto vai chegar o ser humano. Isso aqui é a prefeitura, está tendo a vacinação, eles tiveram a capacidade de colocar fogo no lote do lado e olha o que virou aqui. Vários idosos dentro do carro, tivemos que chamar o corpo de bombeiros”, relatou o prefeito.

No vídeo gravado e compartilhado nas redes sociais ele ainda não poupou críticas contra os donos de lotes.

“Esses donos de lote não têm vergonha na cara, eles não têm capacidade de mandar limpar o lote deles, tem que mandar colocar fogo. Olha o que virou aqui. Deslocar corpo de bombeiros, parar a vacinação, está quase pegando fogo na prefeitura inteira”, disparou prometendo “tolerância zero”.

“A tolerância com vocês será zero porque vamos fazer um plano de ação para voltar os fiscais e multar esses donos de lotes. Isso é uma vergonha. O divinopolitano, esses donos de lotes, precisam ser estudados pela Nasa. Vocês não tem vergonha na cara não. Olha o que vocês fizeram aqui. A prefeitura quase pegando fogo. Podem ter certeza que a multa vai comer soltar agora”, ameaçou.

Parceria com o Corpo de Bombeiros

Divinópolis tem hoje cerca de 119,5 mil imóveis cadastrados, destes, 63 mil são lotes vagos. No ano passado, a prefeitura chegou a firmar uma parceria com o Corpo de Bombeiros.

Por meio dela, os Registros de Evento de Defesa Social (REDS) do Corpo de Bombeiros, que ateste a ocorrência de queimada em imóvel localizado na área urbana, poderia ser considerado documento hábil a possibilitar a aplicação imediata de auto de infração ao proprietário do imóvel.

Na época da parceria, Divinópolis figurava entre as cidades de Minas Gerais com o maior número de queimadas. Em 2019 foram registrados 2.495 incêndios em vegetação. Entre os dias 10 e 12 de julho de 2020 foram atendidas 214 ocorrências, destas, 54 estavam ligadas aos incêndios em vegetação, ou seja 22% do total ligadas a queimadas.

 

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano é editora-chefe do Portal Centro-Oeste. Jornalista por formação e paixão. Curiosa, observadora e questionadora.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.