Edsom Sousa: Divinópolis está numa encruzilhada e em estado catatônico

Líder do Executivo diz que a primeira obra a ser feita é de “autoestima” 

No quinto mandato como vereador de Divinópolis, Edsom Sousa (Cidadania) será o líder do Executivo na câmara. Dizendo que “não poderia fugir do desafio”, afirmou que a cidade está em “uma encruzilhada” e em “estado catatônico”. Ele defendeu a união da câmara e disse ser necessário resgatar a esperança e utopia do povo divinopolitano.

“A primeira obra que precisamos fazer não é física, é de autoestima, o divinopolitano está triste, revoltado (…) Divinópolis está em estado catatônico, vendo as coisas acontecer e não faz nada”, declarou.

Essa não será a primeira vez que Edsom assume a liderança. Ainda no governo do então prefeito Demetrius Pereira foi voz do governo no Legislativo. No último mandato, ainda filiado ao MDB, ele também foi convidado a assumir a função. Foram dois meses como líder até romper com o prefeito Galileu Machado (MDB) e com a alta cúpula do partido. “Eu via retângulo, ele via círculo. Eu via elefante e ele formiga. Víamos um fenômeno público com olhares diferentes”, justificou a saída da liderança.

Agora, Edsom afirma estar alinhado com o prefeito Gleidson Azevedo e com a vice Janete Aparecida, ambos do PSC.

“Estamos muito alinhados com a coisa pública”, declarou evitando falar na possibilidade de romper caso a relação se estremeça.

“Não quero trabalhar com uma conjectura que não existe”, afirmou.

Avaliação

Com oito dias de governo, o líder do governo já aplaude o prefeito.

“Acredito que ele tem feito coisas diferentes e histórias. Em menos de 10 dias de governo, ele já cortou mais de 100 cargos”, citou.

Após passar por mandatos de diferentes prefeitos, disse que cada um tem “um estilo”.

“São estilos. O Gleidson tem um estilo, o que saiu tinha um, o que antecedeu o Galileu tinha outro. Nosso prefeito tem um jeito direto de conversar com a sociedade. Ele tem um gabinete mais amplo, tem a rua como gabinete”, comentou.

Questionado se o perfil popular e a personalidade forte de Gleidson podem refletir na relação com os governos estadual e federal na busca de recursos, disse acreditar que “ele será uma surpresa para Divinópolis”.

Um dos desafios de Edsom será conseguir o alinhamento entre os vereadores.

“A nossa primeira missão é buscar a unidade do legislativo no que é bom”.

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano é editora-chefe do Portal Centro-Oeste. Jornalista por formação e paixão. Curiosa, observadora e questionadora.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.