Skip to main content

Eduardo Azevedo fala em fomento do setor privado e defende pautas conservadoras

Candidato a deputado estadual, ele propõe a desburocratização para destravar desenvolvimento econômico e diz que hospital regional está nas mãos do governador

Candidato a deputado estadual, o vereador de Divinópolis Eduardo Azevedo (PSC) fala em “desburocratização” para destravar gargalos que impedem o desenvolvimento econômico. A proposta para o setor foi citada em entrevista ao programa SEM CORTES – Especial Eleições 2022, do PORTAL GERAIS.

“Trazer projetos de lei que possam fazer com que o empreendedor possa crescer, possa alcançar voos maiores. O político, ele tem que ter em mente que o mandato dele tem que ser pautado ao lado do setor e da iniciativa privada, porque toda a riqueza do setor público advém da iniciativa privada”, afirmou.

Para Eduardo Azevedo, o fomento do setor empresarial reflete diretamente nas famílias, com emprego e renda.

“Ah, mas quando você fala de empreendedor, você se preocupa só com o empresário? Não! Não estou preocupado só com o empresário, porque atrás do empresário existem famílias, existem empregos. Então, hoje, a principal pauta que o político, creio no âmbito social, pode trazer para a população é a geração de emprego e renda, porque quando o cidadão está empregado, ele tem dignidade”, analisou.

Sobre o hospital regional – pauta que perdura há uma década em Divinópolis – ele diz que as “cobranças” já foram feitas e que, não se trata mais de “representatividade”.

“Acho que agora falta boa vontade do Governo do Estado (…) O que Divinópolis poderia fazer na nossa esfera, como a esfera política, já foi feito. Agora, acho que só falta boa vontade do Governo de Minas assinar, a caneta está na mão do governador, e começar as obras”, opinou.

Pauta conservadora

Defensor da pauta conservadora, Azevedo fala em “respeito”.

“Respeitamos as pessoas, porém, também foi aquilo que sempre falei e defendi: Nós também queremos ter o nosso direito de ser respeitado”, enfatizou

Se referindo a orientação sexual, disse não ser contra “a decisão de cada pessoa”.

“Nunca me posicionei contra a decisão pessoal de alguma pessoa. De forma alguma. A gente se posicionou contra doutrinações que querem implantar, justamente no âmbito da criança e do adolescente”, afirmou.

O candidato diz que a “criança precisa viver a inocência e pureza”.

“A gente nunca excluiu ninguém. Muito pelo contrário. A gente é muito aberto e receptivo a todas as pessoas. O meu gabinete recebe pessoas de todas as classes sociais, independente de qualquer pessoa. Nunca houve essa falsa narrativa que eles inventam em cima do Eduardo, de forma alguma. A nossa pauta é sim uma pauta conservadora. Mas em momento nenhum nós trabalhamos para poder excluir as pessoas. Muito pelo contrário, nós respeitamos todas as pessoas”, disse.

Questionado sobre pautas que possibilitem a inclusão de pessoas LGBTQIA+, como elaboração de políticas públicas afirmou:

“Desde que a pauta não transponha aqueles valores que nós cremos, porque eu digo muito bem para as pessoas e vou falar aqui mais uma vez: Eu sou uma pessoa cristã, certo? E o meu mandato, ele não pauta simplesmente no fato de ser político. É como se fosse, para mim mesmo, como eu sempre falei, um ministério, desde que aquilo não transponha, não venha a ferir os nossos princípios, nós estamos sempre abertos à discussão”.

Fundão eleitoral

Azevedo classificou o fundo eleitoral como “incoerente, antiético”.

“A gente vê aí as mazelas que a gente hoje passa. Hoje tem problemas na UPA, tem problemas de asfalto, tem problema de infraestrutura, enfim, tudo”.

O programa

O programa SEM CORTES – Especial Eleições 2022, tem o oferecimento da Associação Comercial Industrial e Agropecuária e Serviços de Divinópolis (Acid).

A proposta do programa é ampliar o debate político ouvindo as propostas dos candidatos para o fortalecimento e fomento do desenvolvimento econômico e social Divinópolis e o Centro-Oeste de Minas, além do comprometimento com pautas estaduais e nacionais que geram impacto direto no cotidiano.

Amanda Quintiliano

Sou fundadora do Portal Gerais. Jornalista por formação e paixão. Curiosa, observadora e questionadora. Mãe da Cecília, na desafiadora e gratificante tarefa de maternar, empreender, realizar-se.