Em meio a pandemia, prefeitura de Perdigão esbanja R$162 mil em licitação de panelas e lixeiras

Itens seriam para escolas que estão fechadas desde março; Gastos com garrafas térmicas, e cestos organizadores dariam para comprar quase 1,5 mil galões de álcool em gel de 5 litros

Em meio a pandemia, a prefeitura de Perdigão licitou R$162,5 mil em produtos como panela de pressão, garrafas térmicas, tapetes, tachos, balão, cesto com tampa para organização, dentre vários outros itens. A maioria, seria direcionada para as cinco escolas do município. A medida não geraria estranheza se não fosse o fato que elas estão com as atividades presenciais suspensas desde 18 de março deste ano, ou seja, as instituições estão fechadas. Embora tenha sido na modalidade registro de preço, o processo foi classificado por cidadãos “como farra” já que ocorreu dois meses após a paralisação das aulas.

Além da licitação em meio a crise no novo coronavírus, os valores também chamaram a atenção. Só para a compra de garrafas térmicas para líquidos quentes foram direcionados cerca de R$37 mil e mais R$17,9 mil para as de café, outros R$18,5 mil para os cestos organizadores com tampas.

A soma destes valores, para se ter noção, se aplicada na compra de álcool em gel 70%, daria para a aquisição de 1468, considerando o preço médio de R$50 para galões de 5 litros, conforme pesquisa on-line feita nesta quinta-feira (09). A cidade de 11,5 mil habitantes já tem 23 casos confirmados da doença, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (Ses)

Os gastos pretendidos não param por aí. Entre os itens licitados está panela de pressão, por R$465 cada uma das 10 unidades. Quando pesquisado na internet, o item pode ser encontrado por cerca de R$289,90.

“Mesmo que o município não compre, o momento é de austeridade. Não há de se falar em adquirir quando não se sabe quando acabará essa pandemia”, afirmou um cidadão que preferiu não se identificar.

Só com caçarolas a prefeitura pode gastar em um ano R$24,2 mil. Foram licitadas 60 com três tamanhos diferentes. Na lista de quase 80 itens que podem ser adquiridos pela prefeitura também estão 800 canecas para merenda escolar, totalizando R$1440. Ainda não há previsão para retorno das aulas presenciais. Desde o dia 13 abril, as instituições estão encaminhando material para a casa dos alunos. As atividades são feitas com orientações dos professores por grupos de WhatsApp e não há previsão para a normalização.

A prefeitura também poderá comprar 50 escorredores de macarrão por R$6445, 40 lixeiras de plástico com tampa por cerca de R$3,5 mil e 100 kits pia com aramado para armazenar sacola plástica orçadas em R$R$3990. Também estão na lista toalhas de rosto, saleiro, socador/pilão, bacia de plástico, balde, bandeja de plástico, bule, dentre outros.

Veja a lista completa clicando aqui.

Justificativas

Apesar da repercussão negativa que questiona a moralidade do ato, o prefeito Gilmar Teodoro disse que a licitação é um “instrumento legal” e que os itens só serão adquiridos se houver demanda. Embora, afirme que o processo não representa a compra, a cidade tem até maio do próximo ano para adquirir os itens como a panela de pressão de R$465 ou a garrafa térmica de R$249. Os produtos também podem ser direcionados para outros setores de qualquer secretaria.

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano é editora-chefe do Portal Centro-Oeste. Jornalista por formação e paixão. Curiosa, observadora e questionadora.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.