Skip to main content

Espino usa justiça para tentar barrar relatório da CPI e pede impugnação da candidatura de Lohanna e Josafá

By 23/08/2022agosto 25th, 2022Política

Declarado da base do governo, o também candidato a deputado federal alega “abuso de poder político”

Mais uma manobra para tentar barrar a leitura do relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga gastos milionários com a Secretaria de Educação de Divinópolis (MG) foi feita pela base do governo.

O vereador e candidato a deputado federal Diego Espino (PSC) pediu, judicialmente, que o presidente Josafá Anderson (Cidadania) se abstenha de apresenta-lo nesta quarta-feira (24/8) ao público e imprensa.

A ação foi protocolada, nesta terça-feira (23/8), e pede ainda que sejam cassados os registros da candidatura a deputada estadual da relatora da CPI, Lohanna França (PV), e também a do presidente, que disputa o mesmo cargo. E, caso eleitos, a cassação do diploma, além da inegibilidade por oito anos.

Na ação, o vereador que é declaradamente da base do prefeito Gleidson Azevedo (PSC) e muito próximo do candidato ao Senado, o deputado estadual Cleitinho Azevedo (PSC), alega “abuso de poder político” dos dois candidatos.

A CPI investiga se houve irregularidades nas compras feitas pela Secretaria de Educação em dezembro passado. Foram quase R$ 15 milhões aplicados nas compras de brinquedos, computadores, mobiliário para escolas. A suspeita é de superfaturamento.

Veja a ação na íntegra:

Veja o que diz a vereadora e relatora da CPI:

Amanda Quintiliano

Sou fundadora do Portal Gerais. Jornalista por formação e paixão. Curiosa, observadora e questionadora. Mãe da Cecília, na desafiadora e gratificante tarefa de maternar, empreender, realizar-se.