Estabelecimento é interditado por descumprir normas em show de pagode

PM foi acionada para conter briga e foi recebida a garrafadas

 

Um bar foi interditado, neste domingo (29), em Divinópolis, pela Vigilância Sanitária por descumprir as normas sanitárias impostas para evitar a contaminação pelo novo coronavírus. Os fiscais foram acionados por meio de denúncia. A Polícia Militar (PM) também esteve no local, na região central, devido a uma briga que ocorria.

Quando os policiais chegaram em frente ao local, eles foram recebidos a garrafadas. Elas foram arremessadas por clientes que frequentavam o bar. De acordo com a Polícia Militar, foi necessário o uso de instrumentos de menor potencial ofensivo (cassetetes) para cessar a briga. Ninguém foi preso.

Enquanto a polícia tentava controlar a briga, fiscais da Vigilância interditavam o estabelecimento. No local era realizado um show de pagode com público acima do permitido. De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura, o bar ficará fechado até que ele entre com um novo pedido de funcionamento e tenha autorização dos órgãos competentes.

Perturbação do sossego

O estabelecimento em questão não foi o único alvo da Polícia Militar. Ao longo do final de semana várias ações foram realizadas com foco na perturbação do sossego. Entre sexta (27) e domingo (29) houve a apreensão de uma pistola Taurus calibre 7,65 mm, oito munições calibre 32

Também foram recuperados um veículo Corolla e um celular roubados. Duas pessoas foram pressas pelos crimes de receptação e porte ilegal de arma de fogo. Um mandado de prisão foi cumprido, duas buchas de maconha apreendidas.

Foram lavrados 46 autos de infração de trânsito e 13 veículos foram removidos.

Fernanda Barreto

Fernanda Barreto

19 anos, estudante de jornalismo na Faculdade Pitágoras, Divinópolis-MG.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.