Skip to main content

Estado de abandono: estrutura do Crevisa está precária

Telhados quebrados, infiltrações, sujeiras são alguns dos problemas; Vereador precisou pular muro para deixar animais
Por 12/01/2022janeiro 14th, 2022Gerais, Outras Notícias

Em estado precário, quase que de abandono, prefeitura de Divinópolis reconheceu as deficiências na estrutura do Centro de Referência de Vigilância em Saúde Ambiental (Crevisa). Ao mesmo tempo, atribui às chuvas parte dos danos, dentre eles o do telhado. Uma nota foi divulgada nesta terça-feira (11/1) à imprensa.

Alvo constante de denúncias, a última foi feita nesta segunda-feira (10/1) pelo vereador Flávio Marra (Patriota). 

O parlamentar foi até o local para levar cães que estavam em um canil do bairro Candelária e estariam em perigo, por conta das recentes chuvas no município. A área onde os animais estavam era considerava de risco devido a possível inundação.

Após chamar pelos funcionários do Crevisa e não obter resposta, Flávio denunciou no vídeo que o local estava fechado às 16h37. O vereador disse que haviam 25 funcionários, somando uma folha salarial de mais de R$100 mil por mês e o que havia para funcionar, não funcionava.

“Aí você vê cachorros em volta aqui do Crevisa, você encontra cinco, seis cachorros e eles tinham que estar aqui dentro. Mas aqui está fechado”, denunciou.

Flávio só conseguiu falar com dois servidores após pular o portão do local. Um deles ainda bateu boca com o parlamentar, que respondeu que o funcionário estava sentado, assistindo TV. Na sequência, Marra conseguiu deixar os cães resgatados no Crevisa e afirmou que iria acompanhar a situação.

“Sabemos que o Crevisa não é o melhor lugar para estarmos trazendo. A infraestrutura aqui é precária, mas entre eles ficarem no canil e serem soterrados, a enchente pegar eles, trouxemos para cá (…) Peço para vocês também, se souberem onde tem cachorro, onde tem risco de inundação, para fazermos esse resgate”, disse o vereador.

Estrutura

Uns dias antes a vereadora Lohanna França (Cidadania) também esteve no local.

Além de telhados arrancados, há várias infiltrações. Em algumas áreas chove dentro. Sujeira para todos os lados e um acumulado de sacos com papéis em um canto com o que parece ser entulho.

“Os animais sob responsabilidade da prefeitura estão sofrendo maus tratos ficando molhados, passando frio”, denunciou Lohanna.

 

A prefeitura

A prefeitura informou que um chamado foi aberto imediatamente, para que o problema fosse solucionado. Com as chuvas intensas da manhã desta terça-feira (11/a), mais transtornou foram causados, segundo o Executivo.

“Cabe destacar que o Crevisa é uma construção que há anos não tem manutenção preventiva e a manutenção de um telhado não se faz de forma rápida, sendo impossível expor um trabalhador ao tempo para fazer o reparo necessário, uma vez que a chuva tem sido intermitente, não havendo intervalo de estiagem para que a equipe de manutenção faça o reparo necessário”, informou a prefeitura.

Na nota divulgada, o município informou ainda que em 2021, foram adquiridos materiais para ampliação dos canis e gatis e, como todos os outros equipamentos da prefeitura, o Crevisa também passa por reformas e melhorias.
Entretanto, de acordo com a prefeitura, em função de diversas demandas em várias unidades de saúde, entre elas Policlínica, Caps, e algumas unidades básicas de saúde, fica difícil a realização de todas as demandas ao mesmo tempo.

“A prefeitura lembra que a atual gestão assumiu o governo com uma enorme demanda predial, negligenciada há anos. Desde o início do mandato uma equipe foi constituída para gerenciamento da rede física e, com a assinatura do contrato com a Empresa Municipal de Obras Públicas (Emop), as obras terão maior alcance”, esclareceu.

O Executivo finalizou, dizendo que no advento do aumento das chuvas e a intermitência da mesma, há a inviabilização da operação de reparo e que apesar de tudo disposto, reafirma que esta empenhado em solucionar o quanto antes todos os problemas apresentados, assim que tivermos oportunidade frente ao cenário climático atual.
Após semanas de chuvas intensas, o mau tempo deu uma trégua nesta quarta-feira (12).

Marcelo Lopes

Marcelo Lopes

Graduado em jornalismo e apaixonado por esportes e histórias.