Galileu ataca Sargento Elton: despreparado e incompetente

Prefeito trata denúncias como infundadas e diz que a campanha eleitoral terá hora

O prefeito de Divinópolis, Galileu Machado (MDB) não tem poupado energia para revidar as denúncias feitas contra ele e o governo, pelo vereador Sargento Elton (Patriota). Nesta sexta (24) emitiu uma nota, atacando o parlamentar de “despreparado e incompetente”. A declaração foi devido a acusação feita pelo parlamentar de interferência do governo na eleição da Associações de Moradores de Divinópolis (Fambacord).

O prefeito abre a nota dizendo não poder admitir que, decorridos dois anos e meio do atual mandato, haja ainda quem não saiba de questões básicas como independência entre os Poderes e diferenciação entre que é Poder Público e que é entidade privada de interesse público”.

“Recentemente, o senhor vereador Elton Tavares, mais uma vez, mostrou despreparo e incompetência para entender as diferenciações básicas. Ao tentar, em vão, imputar à Prefeitura qualquer interferência nas atividades da Federação das Associações de Moradores de Divinópolis (Fambacord), reforçou o desconhecimento que tem sobre o funcionamento do tipo de entidade, autônoma e gerida por estatuto próprio. A composição dá-se de acordo com critérios estabelecidos por movimento comunitário”.

Não satisfeito, Machado ainda disparou que o “vereador desconhece as atribuições especificadas no organograma da Prefeitura”.

“A Assessoria Especial de Assuntos Comunitários trata, sim, diretamente com presidentes de associações, devidamente eleitos e de posse de tão edificante função comunitária. Não há por parte da Prefeitura nenhuma interferência na Fambacord. É, então, necessário o esclarecimento para que o nobre edil não novamente cometa o erro primário. Principalmente o senhor vereador, agente público que se apresenta nas redes sociais como conhecedor do tipo de matéria”.

Agressões

O prefeito ainda tratou a denúncia como “agressões infundadas”.

“A gestão pública é complexa; e, para entendê-la, é preciso dedicação, boa vontade e, principalmente, competência e seriedade. Sem os princípios, estamos sujeitos a aventureiros que se apresentam de forma descabida – gente que parece colocar os interesses pessoais e eleitorais acima do bem comum”.

Machado ainda insinuou que as denúncias tem caráter eleitoreiro.

“Para quem se aventura nesse aspecto, é preciso dizer que a campanha eleitoral terá hora. O atual momento é de trabalhar por Divinópolis melhor – e é o que a Prefeitura faz. Estamos juntos é com o povo de Divinópolis”.


Leia a nota na íntegra:

“Exercício de cargo público impõe ao ocupante algumas condições básicas, dentre as quais seriedade, comprometimento com causas cidadãs e disposição para aprender cada dia mais. Só não se pode admitir que, decorridos dois anos e meio do atual mandato, haja ainda quem não saiba de questões básicas como independência entre os Poderes e diferenciação entre que é Poder Público e que é entidade privada de interesse público.

Recentemente, o senhor vereador Elton Tavares, mais uma vez, mostrou despreparo e incompetência para entender as diferenciações básicas. Ao tentar, em vão, imputar à Prefeitura qualquer interferência nas atividades da Federação das Associações de Moradores de Divinópolis (Fambacord), reforçou o desconhecimento que tem sobre o funcionamento do tipo de entidade, autônoma e gerida por estatuto próprio. A composição dá-se de acordo com critérios estabelecidos por movimento comunitário.

Além disso, o senhor vereador desconhece as atribuições especificadas no organograma da Prefeitura. A Assessoria Especial de Assuntos Comunitários trata, sim, diretamente com presidentes de associações, devidamente eleitos e de posse de tão edificante função comunitária. Não há por parte da Prefeitura nenhuma interferência na Fambacord. É, então, necessário o esclarecimento para que o nobre edil não novamente cometa o erro primário. Principalmente o senhor vereador, agente público que se apresenta nas redes sociais como conhecedor do tipo de matéria.

O município não pode calar-se diante de agressões infundadas. A gestão pública é complexa; e, para entendê-la, é preciso dedicação, boa vontade e, principalmente, competência e seriedade. Sem os princípios, estamos sujeitos a aventureiros que se apresentam de forma descabida – gente que parece colocar os interesses pessoais e eleitorais acima do bem comum.

Para quem se aventura nesse aspecto, é preciso dizer que a campanha eleitoral terá hora. O atual momento é de trabalhar por Divinópolis melhor – e é o que a Prefeitura faz. Estamos juntos é com o povo de Divinópolis.”


 

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano é editora-chefe do Portal Centro-Oeste. Jornalista por formação e paixão. Pós-graduada em Marketing e Comunicação Integrada.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.