Skip to main content

Gasmig apresenta estudo de expansão do gasoduto até Divinópolis

By 22/06/2022Economia

Reunião entre Gasmig e Acid foi viabilizada por Valéria Morato; Projeto deve implantado com investimento de R$ 500 milhões

A implantação de um gasoduto que abasteça o setor industrial de Divinópolis foi tema de reunião entre a Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig),  a Associação Comercial de Divinópolis (Acid) e diversos empresários de Divinópolis.

A reunião, articulada por Valéria Morato, presidente licenciada da CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil), e por Wadson Ribeiro, ex-Secretário de Estado de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais de Minas Gerais, foi realizada nesta quarta-feira (22/6), na sede da Acid no setor industrial.

“Queremos trazer mais desenvolvimento para nossa cidade”, afirmou Valéria e completou: “O gás natural é uma alternativa competitiva para a indústria, com custo interessante e menos poluente”.

Na reunião, foram tratadas possibilidades de fornecimento de gás direto da Gasmig para as empresas.

Para Wadson Ribeiro “o debate em torno da expansão do gasoduto de Betim à Divinópolis é garantir um futuro de desenvolvimento para todo o Centro-Oeste mineiro”.

Valéria completou que é imprescindível pensar o desenvolvimento econômico com geração de emprego decente para a região.

“Precisamos de empregos que garantam ao trabalhador segurança e salário justo”, afirmou.

A Gasmig também apresentou o estudo para expansão do gasoduto de Betim a Divinópolis. O projeto deve ser implementado até 2027 e está em fase de estudo de viabilidade técnica e financeira. A expectativa de investimento é na ordem de R$ 500 milhões.