Skip to main content

Investigados por violência doméstica são alvos de mandados de busca e apreensão

Por 25/11/2022novembro 28th, 2022Gerais

Mandados também foram cumpridos em casas de suspeitos de abuso sexual infantil em Divinópolis

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu três mandados de busca e apreensão em residências de investigados por violência doméstica e abuso sexual infantil, localizadas em Divinópolis, na região Centro-Oeste do estado. A ação, deflagrada na quarta-feira (23/11), resultou na localização de computadores e outros eletrônicos, que foram apreendidos e submetidos à perícia oficial. Detalhes foram divulgados nesta sexta (25/11) pelo órgãos.

De acordo com a delegada Flávia Granado, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, a operação integra as ações promovidas pela PCMG em Divinópolis em referência ao Dia Internacional de Combate à Violência contra a Mulher, comemorado hoje, 25 de novembro.

“Ainda em alusão à data, a nossa equipe estará presente no evento Acorda Maria, realizado neste sábado (26/11), em parceria com outros órgãos e entidades, levando informação à população no combate à violência doméstica”, conta.

Denúncia

A Polícia Civil reforça a importância da denúncia sobre casos de violência doméstica e familiar, para que as medidas necessárias de proteção à vítima e de responsabilização do agressor sejam tomadas. Os registros podem ser feitos na unidade policial mais próxima ou por meio do Disque 100, quando se tratar de fatos envolvendo crianças, adolescentes, idosos e pessoas com deficiência.

Quando o assunto estiver relacionado com violência contra a mulher, o contato deve ser feito por meio da Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência – Ligue 180.

Outra forma de registrar ocorrências do tipo é pela Delegacia Virtual (clique AQUI ) para os casos de ameaça, lesão corporal e vias de fato, além de descumprimento de medida protetiva. Por meio da plataforma digital, as vítimas ainda podem solicitar medida protetiva enquanto estiverem fazendo o registro.

O aplicativo MG Mulher também é aliado no enfrentamento da violência doméstica. O app permite à usuária criar uma rede de contatos, que pode ser acionada em situação de perigo.