Irmãos se passam por trabalhadores rurais para roubar fazendas

Eles e outras duas pessoas foram presas durante operação da PC; Maquinários e implementos estavam entre os objetos de interesse da quadrilha

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) deflagrou operação de repressão a uma organização criminosa especializada em roubos a propriedades rurais no Centro-Oeste mineiro. Quatro investigados foram presos em razão de mandados de prisão preventiva nos municípios de Campos Altos, Luz, Bambuí e no distrito da Cachoeirinha, que pertence a Córrego Data.

Entre fevereiro e maio deste ano, foram registradas três ocorrências em Córrego Danta e Estrela do Indaía. As investigações realizadas pela Delegacia de Polícia Civil em Luz apontam que o investigado, de 35 anos, e o irmão dele, de 23, moradores da região, se passavam por trabalhadores rurais em diversas fazendas. Então levantavam informações sobre a rotina do local, bem como identificavam tratores, implementos e objetos de valor que pudessem ser repassados aos demais suspeitos, de 22 e 36 anos.

Esses últimos, por sua vez, providenciavam os meios de efetuar os roubos e furtos, disponibilizando uma estrutura de caminhões e veículos adequados para realizar o transporte e destinação dos maquinários e objetos subtraídos. Os levantamentos também indicam que os investigados agiam com extrema violência contra as vítimas e, ainda, são suspeitos de atuarem em outros crimes dessa natureza em fazendas circunvizinhas da região.

De acordo com o Delegado Vinícius Machado, responsável pelo inquérito policial, os suspeitos serão indiciados por roubo e furto qualificado pelo concurso de pessoas. Os quatro já possuem registros policiais por envolvimento em crimes contra o patrimônio, e dois por homicídio. Após a formalização dos procedimentos delegacia, eles foram encaminhados ao Sistema Prisional e se encontram à disposição da Justiça.

Os crimes

O primeiro caso ocorreu na noite de 12 de fevereiro, em uma fazenda localizada em Córrego Danta. Na ocasião, dois dos investigados, de forma violenta, renderam quatro funcionários e levaram dois tratores, além de um veículo, que foi recuperado pela polícia.

No dia 11 de maio, em outra propriedade rural do município, um idoso, de 78 anos, foi espancado e amarrado pelos quatro suspeitos alvos da operação. Durante a ação criminosa, foram roubados diversos eletrodomésticos, uma motosserra, uma roçadeira e uma televisão. Os objetos foram transportados no veículo de um dos investigados.

Uma semana depois, em uma fazenda na zona rural de Estela do Indaiá, a dupla do primeiro roubo furtou um trator e vendeu por R$ 5 mil. No dia 25 de maio, o comprador foi preso em flagrante pelo crime de receptação.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.