Itapecerica assina protocolo de intenção para integrar consórcio das vacinas

“As vacinas estão chegando aos municípios lentamente, em quantidades que nem de longe são suficientes nem ao menos satisfatórias”, afirmou Têko

Itapecerica assinou protocolo de intenções por meio do qual manifesta interesse em aderir ao consórcio público a ser instituído, sob a liderança da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), para aquisição de vacinas contra a Covid-19, além de medicamentos, equipamentos e outros insumos, como oxigênio e seringas. A informação foi divulgada pelo prefeito Wirley Reis, conhecido como Têko, nas redes sociais dele nesta quinta-feira (04/03).

O consórcio, que deve ser instalado até o final de março, vai agir, dando suporte e segurança jurídica aos municípios, caso o Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Governo Federal, não consiga suprir a demanda nacional de vacinar toda a população.

A obrigação de adquirir imunizantes para a população é do Governo Federal. No entanto, diante da situação de extrema urgência em vacinar a população para a preservação da saúde e para a retomada segura das atividades e da economia, o consórcio público torna-se uma possibilidade de acelerar esse processo.

O prefeito disse:

“Mais uma vez, venho reforçar o pedido para que todos ajam com responsabilidade e colaborem para evitar a propagação do coronavírus em nossa cidade. A pandemia não acabou. Pelo contrário, está em um de seus piores momentos. Vamos redobrar a atenção e os cuidados, respeitando rigorosamente o isolamento social, usando máscaras de proteção e mantendo as mãos higienizadas.

Como gestor do nosso município, tudo o que mais quero é que todos os itapecericanos sejam vacinados logo. Mas isso não depende de mim. Estou e continuarei fazendo tudo o que está ao meu alcance. Mas, infelizmente, as vacinas estão chegando aos municípios lentamente, em quantidades que nem de longe são suficientes nem ao menos satisfatórias. Assim sendo, é imprescindível a adoção de critérios de imunização e qualquer critério que venha a ser adotado será criticado por quem não for contemplado. A situação não é a desejada, mas a realidade é que precisamos trabalhar dentro do que nos é possível.

É extremamente importante que, neste momento difícil, estejamos unidos pelo objetivo comum de vencer a Covid-19. Mesmo com toda a ansiedade pela imunização que é comum diante do horror da pandemia, não vamos permitir que o egoísmo tome conta de nós, não vamos olhar apenas para o próprio umbigo e, sim, pensar na coletividade. Vamos nos alegrar com cada grupo que for vacinado, mesmo que não estejamos incluídos nele, com a esperança de que, em breve, estejamos todos imunizados.”

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.