Skip to main content

“Já estou acostumado com retaliações”, diz Josafá sobre governo municipal

By 29/08/2022Política

Vereador afirma que prefeitura é administrada por “consórcio”; “Secretários e vereadores influem na gestão”

Vereador de Divinópolis, Josafá Anderson (Cidadania) diz já ter se “acostumado” com as retaliações do governo municipal. A declaração foi feita em entrevista ao programa SEM CORTES – Especial Eleições 2022 do PORTAL GERAIS, na sexta-feira (26/8).

Ao ser questionado se temia sofrer retaliações devido ao papel que tem desempenhado na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura gastos da educação, respondeu:

“Retaliações já estamos acostumados desde o início do mandato. Não estamos sendo atendidos em algumas coisas”, declarou.

Primo primeiro do prefeito Gleidson Azevedo (PSC), criticou o modelo de gestão e disse que o governo tem sido gerido por “consórcio”.

“Esse governo tem sido um pouco consórcio. Vejo que tem alguns secretários, vereadores que influem muito nas decisões do governo. Isso tem atrapalhado e chegou no resultado que chegou”, avaliou se referindo a CPI da Educação.

Ele cobra atuação de Azevedo.

“O prefeito é muito honesto, trabalhador, ele precisa pegar a rédea do governo e ele ser o prefeito e não ser um consórcio para gerir Divinópolis”, opinou.

“Consórcio”

O vereador preferiu não falar em nomes. Entretanto, não é a primeira vez que surgem comentários como este.

Nos bastidores – o que não é segredo – pessoas ouvidas pela reportagem do PORTAL GERAIS, falam na interferência de vereadores muito ligados a base e do secretário de administração Thiago Nunes sob influência da vice-prefeita e secretária de Governo Janete Aparecida (PSC).

Enquanto o prefeito assume o “marketing”, a vice-prefeita assume o papel de “decisões”. Embora, a atuação de Janete não tenha “grande aprovação”, a informação é que, se ela for “jogada de escanteio” hoje, o governo cai, já que falta traquejo do prefeito para lidar com as questões políticas.