Skip to main content

Kalil recebe carta com propostas para Divinópolis

By 18/07/2022Política

Documento entregue por Valéria Morato prevê expansão do gasoduto, aprovação de legislação específica para o setor confeccionista

A necessidade de reforçar a parceria entre estado e município para o fortalecimento e desenvolvimento de Divinópolis e região foi tema de carta entregue por Valéria Morato, presidente licenciada da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) em Minas Gerais, ao pré-candidato ao governo de Minas Gerais, Alexandre Kalil (PSD).

A carta – entregue na última sexta-feira (15/7) durante o ato político no Centro Franciscano de Formação e Cultura, em Divinópolis (MG) – foi uma construção em conjunto com grupos de trabalhadores, educadores, sindicatos e empresários.

“Buscamos ouvir a população para construir as propostas, observando os gargalos e desafios que nossa cidade enfrenta”.

“Precisamos investir no desenvolvimento sustentável da cidade, além de fortalecer políticas públicas de educação, saúde e segurança”, afirma. “Para isso, é essencial um estado forte e compromissado com a população”.

Para ela, é essencial fortalecer a indústria para gerar empregos decentes para a cidade: “Não é qualquer emprego. É o emprego que garanta ao trabalhador dignidade e segurança.”

Valéria Morato já foi secretária-adjunta de educação em Divinópolis e, além da CTB, é presidente licenciada do Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais (Sinpro Minas). Atualmente é pré-candidata a deputada estadual.

Relação de propostas:

  • Investir na expansão do gasoduto de Betim a Divinópolis, contemplando Juatuba e Itaúna. Primordial para o desenvolvimento da região e do estado e para a geração de emprego;
  • Ampliar, via Cemig, a capacidade de fornecimento de energia elétrica, principalmente na área do Distrito Industrial de Divinópolis;
  • Incluir Divinópolis no rol das cidades com capacidade de receber investimentos empresariais alocados para Minas Gerais através das agências de fomento;
  • Ampliar parcerias com os consórcios intermunicipais;
  • Aprovar a legislação tributária específica de apoio e incremento ao setor confeccionista e a liberação, via BDMG, de linhas crédito o para setor;
  • Determinar a urgência, na Copasa, na conclusão das obras de captação e tratamento do esgoto de Divinópolis, já com 8 anos de atraso;- Conceder incentivos para a ampliação dos serviços do Aeroporto Brigadeiro Antônio Cabral. Com localização estratégica, o aeroporto atende a cerca de 50 cidades da região e no momento não conta com voos comerciais;
  •  Elaborar projeto e execução da ligação de Divinópolis à BR-381, passando pela comunidade de Monsenhor Alexandre, em Cláudio, o que reduziria em 60% os trajetos atuais de acesso a esta importante rodovia;
  • Investir na duplicação do trecho da rodovia MG-050 que liga Divinópolis a Itaúna;
  • Investir no transporte intermodal, conectando a ferrovia ao sistema de diferentes
    modais para a nossa região;
  • Retomar as obras do Complexo da Ferradura – alça de acesso ao Porto Seco de Divinópolis e principal ligação entre a rodovia MG-050, o distrito industrial e o município de Carmo do Cajuru;
  • Retomar e finalizar as obras do Hospital Regional, paralisadas desde 2016. Já estão garantidos mais de R$ 150 milhões provenientes de um acordo com a Vale em decorrência da tragédia de Brumadinho;
  • Ampliar a participação estadual no repasse tripartite de manutenção da UPA Pe. Roberto;
  • Criar programas de fomento à agricultura familiar, facilitando o acesso a insumos e sementes;
  • Investir na conservação das estradas rurais da região;
  • Levar à população da zona rural o acesso à internet;
  • Garantir transporte escolar aos alunos de Ensino Médio de escolas estaduais do município;
  •  Ampliar o atendimento do Cesec (Centro Estadual de Educação Continuada) e do EJA
    (Educação de Jovens e Adultos);
  • Ampliar a rede de creches e escolas em período integral, com turnos de trabalho pré-definidos para professores e trabalhadores da Educação;
  • Fortalecer as ações de recuperação pedagógica para atenuar os impactos da Covid-19 no aprendizado;
  • Garantir que as escolas sejam protegidas, com presença de vigilantes nas unidades;
  • Desenvolver um projeto de combate à evasão escolar;
  • Ampliar a coparticipação nos projetos de criação e incremento turístico em Divinópolis e seu entorno, principalmente na elaboração de projeto sustentável para a Barragem de Cajuru e a Cruz de Todos os Povos;
  • Realizar parceria junto ao IEPHA-MG para tombar e recuperar/restaurar patrimônios públicos com forma de ampliação da arrecadação municipal através do ICMS Cultural;
  • Implementar o Plano Estadual de Cultura (Lei nº22627/3017), garantindo a descentralização e a regionalização das políticas públicas de cultura;
  • Ampliar o efetivo de Segurança Pública e melhoria no sistema de vigilância Olho Vivo.