Leitos são ampliados no hospital de campanha de Divinópolis

Mesmo com ampliação, a unidade opera com 147% de ocupação na enfermaria; UTI está lotado

A Secretaria de Estado de Saúde (Ses) autorizou a abertura de novos leitos no hospital de campanha, que funciona com a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em Divinópolis. Foram abertas cinco vagas de terapia intensiva, passando dos atuais 25 para 30. Na enfermaria, os leitos passaram de 12 para 32 com suporte ventilatório adulto. Os leitos clínicos infantis continuam em oito.

O pedido foi feito pelo município à Superintendência Regional de Saúde (SRS).

Até esta segunda-feira (29/3) os leitos extras do hospital campanha, que estavam acima de sua capacidade original, conforme previsto no Plano Regional de Combate a Covid-19, estavam sob custeio do município de Divinópolis.

A partir de hoje (30/3), com este novo formato, além de serem custeados pelo estado, estão sob regulação estadual do SUSfácil. Ele poderá receber pacientes de toda a macrorregião Oeste e de outras regiões do estado, conforme regulação.

“Mesmo com a ampliação dos leitos, a prefeitura de Divinópolis, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), alerta a todos para a continuidade do estado crítico da ocupação dos leitos hospitalares para tratamento da Covid-19”, afirmou em nota.

Ocupação

Mesmo com a ampliação de leitos na enfermaria adulto, passando de 12 para 32 leitos, ela opera acima da capacidade, com 47 pacientes.  O CTI adulto está com 100% de ocupação.

A enfermaria infantil está com ocupação de 87,5% com sete, dos oito leitos, ocupados.

São João de Deus

Na área de atendimento pelo SUS do Complexo de Saúde São João de Deus a situação também é crítica. O CTI adulto está com ocupação de 100% com seus 20 leitos ocupados. Na enfermaria adulto a ocupação é de 66,67% com 24 dos seus 36 leitos, ocupados. O CTI infantil está com dois dos seus 10 leitos ocupados (20%).

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.