Skip to main content

Manifestantes bolsonaristas agridem homem com bastão em Formiga

Por 05/12/2022Gerais

A vítima reclamou dos incômodos gerados aos moradores por causa do acampamento na porta do Tiro de Guerra

Manifestantes bolsonaristas agrediram, nesta segunda-feira (5/12), um homem, de 34 anos, em Formiga (MG), após ele reclamar da movimentação gerada pelo acampamento na porta do Tiro de Guerra que dura há quase um mês.

A vítima, que mora na rua Expedicionário, no bairro Sagrado Coração de Jesus, passeava com o cachorro quando reclamou com manifestantes sobre os incômodos causados à vizinhança.

Um dos bolsonaristas, de 41 anos, reagiu o agredindo verbalmente. Enquanto isso, um outro, de 56 anos, o atingiu com um golpe de bastão.

Para proteger o rosto, João Átila da Silva Leão, colocou as mãos na frente. O bastão, então, acertou o punho que foi fraturado.

O cachorro da vítima se assustou. João Átila o segurou. Enquanto isso, o agressor desferiu outro golpe. Desta vez, acertou o cotovelo que trincou.

De acordo com a Polícia Militar, os suspeitos foram presos pelos crimes de difamação e lesão, respectivamente.

A vítima foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Ameaças

Essa não é a primeira vez que reclamações são feitas por moradores. Desde o início do acampamento em prosteto à eleição de Lula (PT), os incômodos causados à vizinhança são constantes, de acordo com familiares da vítima. Há relatos de churrascos, músicas e foguetes.

A maior parte dos moradores é formada, segundo os familiares de João Átila por idosos. Dentre os moradores está a avó dele, de 80 anos, a qual ele cuida.

A família, agora, avalia quais medidas serão tomadas contra os agressores. Embora eles tenham sido presos, os familiares relatam ameaças contra João Átila feitas por manifestantes que permanecem acampados no local.