Skip to main content

Ordem de serviço do hospital regional deve ser assinada nas próximas semanas

Por 06/01/2023janeiro 11th, 2023Política

Anúncio foi feito ao senador eleito Cleitinho Azevedo em reunião com o vice-governador

A ordem de serviço para retomada e conclusão das obras do Hospital Público Regional deve ser assinada nos próximos dias. O anúncio foi feito pelo vice-governador de Minas, Mateus Simões em reunião com o deputado estadual e senador eleito Cleitinho Azevedo (Republicanos) nesta quinta-feira (5/1). O encontro foi na Cidade Administrativa em Belo Horizonte.

De acordo com Simões, próximas semanas o Governador Romeu Zema (Novo) estará em Divinópolis para assinar a Ordem de Serviço para retomada das obras do Hospital Público Regional. O governador aguardava apenas a finalização de trâmites burocráticos para dar início a essa nova etapa.

Esta semana o presidente da Câmara Eduardo Print Jr (PSDB) chegou a pressionar para a retomada das obras.

Também foi acertada a construção de quatro novas unidades básicas de saúde para atendimentos dos bairros Jardinópolis, São José, Danilo Passos e Quintino. Estas UBS já haviam sido acordadas em conversas anteriores de Cleitinho com o Governo e agora finalmente irão sair do papel.

Licitação

A licitação para contratar a empresa responsável pela conclusão das obras ocorreu em meio ao período eleitoral. A vencedora foi a EF Construtora Ltda.

O edital prevê o início das obras a partir da assinatura da ordem de serviço e o prazo de até três anos e meio para conclusão, sendo cerca de um ano para a etapa de projetos.

O valor previsto no edital é de R$ 45,3 milhões. O apresentado pela vencedora não foi confirmado pelo governo até a publicação desta matéria. O recurso sairá do pacote de indenização pago pela Vale em decorrência da tragédia em Brumadinho.

Estrutura

O prédio em construção possui um pavimento térreo, área de pilotis e um pequeno mezanino. A estrutura foi concebida para 134 leitos de internação, dos quais, oito são de isolamento.

Serão oferecidos, ainda, 55 leitos de internação intensiva, sendo 30 para adultos, 15 para neonatal e 10 de cuidados intermediários, além de 20 vagas para observação no pronto atendimento.

Além disso, a unidade contará com 12 salas de cirurgias, 10 consultórios para atendimento de urgência e emergência, laboratório e demais dependências.

A edificação tem 16.761,80 metros quadrados de área construída em um terreno de 53.464 metros quadrados e foi projetada para atender casos de média e alta complexidade de 54 cidades da região, beneficiando mais de mais de um milhão de pessoas.