Skip to main content

Painel que representa cultura de rua e diversidade é apagado do poliesportivo

By 22/09/2022Gerais

Denúncia foi feita por arte educadora: “Divinópolis não merece os artistas que tem”

A arte educadora Mariana Bernardes denunciou o “apagamento” do painel feito com arte grafite no poliesportivo em Divinópolis (MG). A pintura representa a diversidade com imagens de pessoas com deficiência, negros, por exemplo.

O “apagamento” ocorre durante a reforma do espaço.

“Acha que pode simplesmente passar tinta cinza por cima de uma das artes que mais representa a democratização da população. Ali, a gente tem representada pessoas com deficiência, tem representada pessoas negras, tem representada a cultura hip hop, a cultura de rua”, afirmou.

Em tom de indignação, Mariana questiona a falta de reconhecimento dos artistas locais.

“Não tem nenhum pingo de reconhecimento real por parte desta gestão que está aí (…) Divinópolis não merece os artistas que tem. O poder público não valoriza, de fato, quem produz cultura nesta cidade”, desabafou.

A pintura do poliesportivo integra o projeto “Corra – Cores na Rua” e estampa a democratização cultural. Além do painel externo, há outro interno.

Ela lembrou do “apagamento” também do painel na praça Candidés adotada por uma empresa.

“Recentemente apagaram um painel emblemático no centro da cidade, na praça Candidés, que registra o marco zero e diversas representações históricas de cunho patrimonial que a gente tinha e que foram pintados por losangos, triângulos cor de rosa representando as cores de uma empresa que adotou um bem público”, lembrou.

Mariana, que também é gestora cultural, disse que o projeto não foi consultado em nenhum momento pela nova gestora sobre a preservação dos painéis ou alternativas para valorizar a arte estampada e os artistas.

Em 2020 a pintura foi revitalizada em parceria entre a gestão da época e o projeto.

Painel foi revitalizado pela última vez em 2020 (Divulgação/Prefeitura de Divinópolis)

O projeto

Com a proposta de levar mais vida e arte aos espaços públicos de Divinópolis, nasceu o Corra – Cores na Rua. Idealizado por Mariana Bernardes e realizado pelo artista William Pinguim, através do Ateliê Conte Comigo. A ideia surgiu após os artistas sentirem falta de um movimento desse estilo na cidade.

O grafite é uma arte urbana. Estabelece interações entre os que transitam nos espaços. Além disso, traz em sua essência mensagens críticas e reflexivas.

Prefeitura

Em nota, a assessoria de comunicação da prefeitura, disse que “nenhum integrante do projeto procurou a Prefeitura de Divinópolis” e nenhuma secretaria em especial.

“O projeto de reforma foi realizado pela equipe técnica da Prefeitura que identificaram a necessidade da pintura do espaço poliesportivo”, disse.

O poliesportivo será pintado com cores, segundo a assessoria, do seguimento do esporte e do município.