Skip to main content

Passagem de pedestre será construída para evitar paralisação das obras na MG-050

Acid encabeçou campanha na última semana para evitar paralisação e atraso na duplicação e construção do trevo de acesso ao Centro Industrial

O impasse que ameaçava a continuidade das obras de duplicação da MG-050 próximo ao bairro Icaraí, em Divinópolis e a construção do trevo de acesso ao Centro Industrial parece ter se resolvido. A Associação Comercial, Industrial (Acid) se mobilizou na última semana em uma campanha para que as obras não parassem.

Se paralisadas, elas afetariam significativamente o tráfego no local para motoristas e pedestres, causando vários transtornos. O risco de paralisação era devido a interdição por parte do Departamento de Edificações e Estradas e Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) do trecho da Pista Nova ITV-51ª.

“A não liberação desse trecho está impactando no trânsito do local e todo tráfego sentido Belo Horizonte/Divinópolis está se unindo com o tráfego dos bairros em uma pista simples, gerando um movimento de carros muito grande, caos e risco de acidentes, tanto para os veículos quanto para os pedestres e as pessoas que moram no entorno (Lagoa dos Mandarins e bairro Icaraí)”, alertou o vice-presidente da Acid, Luís Eduardo.

Na atual etapa das obras, o trânsito necessita ser desviado para a nova pista construída para que a concessionária AB Nascentes das Gerais realize a reformulação da pista existente atualmente, entre o trevo próximo ao Hospital São Bento Menni e o retorno localizado no km 118.

Enquanto o tráfego não for desviado, segundo a Concessionária, não há frentes disponíveis para a empresa dar continuidade às obras.

O DER-MG proibiu utilização do desvio até que uma Passagem Inferior (PI) de pedestres, reivindicação da população local, seja construída no trecho, impedindo assim a continuidade das obras.

Na última sexta-feira (10/6) os órgãos envolvidos chegaram a um acordo. O DER informou que a autorização e a formalização da execução dos serviços da PI já foram feitas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra) à Concessionária e a previsão para execução dos serviços é de 10 dias, a contar do início da obra.

Ao PORTAL GERAIS a Concessionária confirmou que as obras serão iniciadas na próxima segunda-feira (20/6) e com a medida não há risco de paralisação.

Vereador confirma

A decisão sobre a construção da PI foi tomada na sexta-feira (10/6) em reunião em Belo Horizonte.

“A passagem de desnível evitaria que os pedestres entrassem em contato com o trânsito da rodovia, dando assim mais segurança a quem passasse por ali a pé”, explica o vereador Josafá Anderson (CDN).

O parlamentar declarou também que foi feita, provisoriamente, uma faixa elevada com dois redutores de velocidade, mas os moradores não aceitaram.

“Então, vai ficar nesse tumulto até finalizar a obra. Mas segundo os engenheiros do DER, a obra demora de 10 a 15 dias. Então, do outro lado, na pista antiga, vai ficar essa morosidade, até concluir a obra dessa passagem de desnível”, finalizou.

 

Com 65% das obras concluída, a previsão é que a duplicação entre os km 118 e 122 e o trevo sejam entregues em outubro deste ano. Investimento de R$ 35,1 milhões.

Marcelo Lopes

Graduado em jornalismo e apaixonado por esportes e histórias.