AB Nascentes: Vagas de emprego para agente de pedágio
(Foto: Divulgação/AB Nascentes)

Reajuste considerou o IPCA, sendo autorizado pela Seinfra, conforme a concessionária

O pedágio da MG-050 sofrerá aumento e ficará mais caro a partir do dia 13 de junho de 2024. Trata-se do reajuste anual da tarifa, nas seis praças. A rodovia corta Divinópolis, Itaúna, Formiga, dentre outras cidades do Centro-Oeste de Minas.

Há uma praça de pedágio em Itaúna e outra em São Sebastião do Oeste, mais próximas à Divinópolis.

Conforme a AB Nascentes das Gerais, para motocicletas e carros de passeio, o aumento será de R$ 0,30, passando a R$ 4,10 e R$ 8,20, respectivamente. O aumento autorizado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade de Minas Gerais (SEINFRA) está previsto no contrato de concessão de Parceria Público Privada (PPP).

Ele é atualizado de acordo com a correção da inflação do período, levando em conta o Índice de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA) e arredondamentos.

Veja como fica o aumento do pedágio da MG-050:

  • automóvel, caminhonete e furgão R$ 8,20
  • caminhão leve, ônibus, caminhão-trator e furgão – 2 eixos R$ 16,40
  • automóvel com semirreboque e caminhonete com semirreboque – 3 eixos R$ 12,30
  • caminhão, ônibus, caminhão-trator e caminhão-tratos com semirreboque – 3 eixos R$ 24,60
  • motocicleta, motoneta e bicicleta a motor R$ 4,10
  • veículos especiais – mais de 6 eixos R$ 49,20 + [8,20 x número de eixos > 6]

Investimentos

De acordo com balanço apresentado pela concessionária, em 2023 a empresa afirma ter investido R$ 123,8 milhões ao longo de obras na rodovia. Para 2024, a previsão é de R$ 160 milhões em investimentos, dos quais R$ 40 milhões para pavimentação.

Ainda conforme a AB Nascentes, os investimentos refletiram na redução de acidentes, cerca de 40% em comparação a 2008, quando ela iniciou a operação que corta Divinópolis. Em 16 anos, a concessionária diz que investiu R$ 2.7 bilhões em todo o sistema.

Além disso foram repassados às prefeituras dos municípios cortados pelo sistema MG-050 cerca de R$ 83 milhões em imposto gerado pelo pagamento do pedágio (ISSQN).

Entre as principais obras de ampliação no histórico de concessão da MG-050 estão 109 quilômetros de terceiras faixas, 55 quilômetros de duplicações, 40 quilômetros de correções de traçados e 36 dispositivos de retorno e acesso, 38 passagens inferiores de veículos, viadutos e pontes, 57 travessias de pedestres, 51 km de novos acostamentos, além de melhorias no pavimento.