Skip to main content

Print Jr quer que prefeito fale quem são os políticos “cheiradores de pó”

Por 06/01/2023Política

Flávio Marra disse que vai entrar com ação contra o prefeito para que ele dê nomes a esses políticos que cheiram pó

Vereadores de Divinópolis (MG) querem que o prefeito Gleidson Azevedo (PSC) dê nomes aos “políticos da cidade” que “cheiram pó”. Um ofício assinado pelo presidente do Legislativo Eduardo Print Jr (PSDB) foi encaminhado ao líder do executivo.

O documento foi enviado após Print Jr ser provocado por outros dois parlamentares: Ademir Silva (MDB) e Flávio Marra (Patriota).

“Como guardião do poder legislativo e ele foi citado, eu pedi esclarecimentos ao chefe do executivo”, afirmou o presidente da câmara.

A declaração foi feita por Gleidson no dia 30 de dezembro ao participar do programa Bom Dia Minas da Rádio Minas.

“Prefiro que vocês me chamem de TikTok, dançarino, maluquinho, mas vocês nunca vão falar que sou ladrão, cheirador de pó. Você sabe que em Divinópolis tem uns políticos que gostam, né?”, disparou.

A afirmação foi em resposta as críticas quanto a postura dele enquanto prefeito. Além disso, durante os cerca de 20 minutos de entrevista, por várias vezes ele citou vereadores, dentre eles Marra e Ademir Silva, devido aos últimos projetos que concedeu anistia fiscal aos devedores de impostos e o que reduziu a taxa de lixo.

Além de acusar políticos de “cheirarem pó”, Gleidson também atacou:

“Aqui não tem telhado de vidro não. Qualquer hora a casa vai cair e na hora que eu dar no rim eu vou dar no rim para derrubar de uma vez”, disparou.

Processo na justiça

Flávio Marra pretende ir além do ofício encaminhado ao prefeito e deverá entrar com ação criminal.

“Quero ouvir dele, na frente do juiz, quem são esses políticos, porque eu sou político. Quando ele joga no ar, ele joga a população contra a câmara municipal, isso é muito sério, muito grave. Os poderes tem que andar em harmonia para construir uma cidade melhor a cada dia e não um ficar atacando o outro”, argumentou também em entrevista a Rádio inas.

“Me sinto de certa forma colocado no mesmo cesto dele, mesmo eu tendo 36 anos de idade e nunca ter usado essa porcaria na vida”, completou ao PORTAL GERAIS.

Ao PORTAL GERAIS, Marra acusou o prefeito de despreparo.

“O prefeito, na minha opinião não está nem um pouquinho preparado para assumir o cargo de número um do executivo. E eu não falo isso pelas dancinhas, pelo teatro, falo pela postura mesmo, e nem pelas roupas que ele veste, nada disso. Quando ele vai para um órgão de imprensa, igual o Sistema MPA, isso é uma falta de respeito, ele tem que respeitar a instituição câmara e também a população”, enfatizou.

“Ele tem que colocar na cabeça dele que antes a profissão dele era trabalhar no varejão, ali ele não devia satisfação a população. Hoje ele é um empregado do povo. Ganha quase R$ 26 mil para isso, para dever explicação ao povo e agir como representante da população que é isso que ele é”.

O vereador disse que a ação será protocolada na segunda-feira (9/1).