Skip to main content

PSB anuncia que vai expulsar prefeitos de Cajuru e Cláudio por apoio a Bolsonaro

By 26/10/2022Política

Desfiliação e expulsão se estende a todos os prefeitos, vereadores que apoiarem a reeleição do presidente; Partido integra chapa de Lula com o vice Geraldo Alckmin

Os prefeitos de Carmo do Cajuru e Cláudio, Edson Vilela e Reginaldo de Freitas Santos estão na lista dos primeiros que devem ser expulsos do PSB por declararem apoio à reeleição de Jair Bolsonaro (PL). O anuncio foi feito pelo próprio partido – que compõe a chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com o vice Geraldo Alckmin, nesta quarta-feira (26/10).

Também devem ser desfiliados e expulsos outros prefeitos, diretores, vereadores e outros mandatários que apoiarem Bolsonaro. O comunicado foi assinado pelo presidente estadual da sigla, o deputado federal Vilson da Fetaemg.

No documento, o PSB afirma que “não se pode admitir em nenhuma hipótese o apoio à candidatura oponente, encabeçada pelo atual presidente da República, por parte de qualquer mandatário do PSB/MG, prefeito, vice-prefeito, vereador e deputados federal/estadual e, ainda, de dirigentes partidários”.

“Considerados, portanto, a gravidade da situação que se apresenta e a fidelidade histórica do PSB a seus princípios programáticos e político-ideológicos, que não admite nem mesmo a mais remota proximidade com a extrema-direita, determinamos a desfiliação e a abertura dos processos de expulsão dos prefeitos e prefeitas do PSB/MG que declararam apoio ao candidato do PL”, consta no documento.

A prefeita de Manhuaçu Maria Imaculada também está na relação dos primeiros que devem ser expulsos. Ela se encontrou com o vice de Bolsonaro, General Braga Neto nesta terça-feira (25/10).

Já o prefeito de Carmo do Cajuru gravou vídeo pedindo voto ao atual mandatário. Edson Vilela chegou a ficar neutro no primeiro turno e chegou a declarar não ter votado em Bolsonaro e nem em Lula.

O prefeito de Cláudio também ficou neutro no primeiro turno quando apoiou o atual presidente estadual do PSB à reeleição. Entretanto, Vilson da Fetaemg não conseguiu se reeleger. No segundo turno, então, Reginaldo de Freitas decidiu declarar apoio à Bolsonaro.

Entre os primeiros filiados que devem ser expulsos, segundo o secretário geral do PSB em Minas, João Marcos Grossi, são os prefeitos de Carmo do Cajuru, Edson Vilela; o de Cláudio, Reginaldo Santos; e a prefeita de Manhuaçu, Maria Imaculada, que se encontrou com o General Braga Netto, vice de Bolsonaro, nessa terça (25).