Skip to main content

Regional de Saúde de Divinópolis alerta para cuidados com o armazenamento dos medicamentos e como solicitá-los pelo SUS

Armazenar os medicamentos em casa da maneira correta é fundamental para a durabilidade e manutenção da qualidade dos produtos. Por isso, durante um tratamento de saúde, é preciso ficar atento e verificar se os remédios estão em local adequado, conforme informações do rótulo e da bula.

A maioria dos medicamentos, no entanto, deve ser armazenada em ambientes secos e ao abrigo da luz, em temperatura de até 30°C para evitar a degradação e a perda de eficácia. Dessa forma, locais como cozinhas, carros e banheiros não são apropriados para o armazenamento.

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) orienta também a armazenar os medicamentos em suas embalagens originais, devidamente tampadas (no caso de frascos) e com a bula. Os medicamentos termolábeis, por sua vez, como as insulinas, são sensíveis a temperaturas extremas. Para estes, a recomendação é que sejam armazenados em faixas de temperatura entre 2° e 8°C. Devidamente identificados e separados da melhor forma possível, a parte inferior da geladeira é o ambiente propício para estes fármacos. Porta da geladeira e congelador podem danificar o medicamento.

Medicamentos ofertados pelo SUS

Pacientes de doenças crônicas, raras, e de baixa prevalência podem encontrar medicamentos ofertados pelo Sistema Único de Saúde para que possam iniciar ou dar seguimento ao seu tratamento. Atualmente, a Assistência Farmacêutica da Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Divinópolis realiza 12 mil dispensações dos 256 medicamentos do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAF). 

Ao todo são 10.500 usuários que recebem seus remédios diretamente de uma das 53 farmácias municipais da região. Para saber como ter acesso a estes medicamentos, basta o paciente entrar no site saude.mg.gov.br. O link Cidadão (menu superior do site) deve ser acessado para, e logo em seguida, clicar em Obter Medicamentos. Esta página contém as informações e orientações sobre o processo para receber os remédios. A lista das patologias está em ordem alfabética. Nela consta o check list para cada tratamento. Clique aqui para acessar o check list.

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais reforça que o uso racional destes medicamentos deve ser iniciado na atenção primária.

“É importante esclarecer que a Assistência Farmacêutica está no âmbito da atenção primária. Ela possui papel importante na promoção do uso racional de medicamentos, pois o paciente recebe seus remédios na quantidade e dose certas para o seu tratamento. O uso inadequado pode trazer riscos à saúde”, destacou a coordenadora da Assistência Farmacêutica da SRS Divinópolis, Rosita Flausino.