Retroceder na flexibilização não trará resultados positivos, afirma presidente da Acid

Alexandra Galvão tomou posse na presidência da entidade defendendo a união para o restabelecimento da economia

Com o risco de Divinópolis recuar na flexibilização das atividades econômicas, a nova presidente da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Divinópolis (Acid), Alexandre Galvão afirmou que a medida “não traria resultados positivos”. A declaração foi feita durante a coletiva de imprensa que antecedeu a posse da nova diretoria nesta segunda-feira (29).

“Retroceder na flexibilização não traria resultados positivos. Temos que continuar com a seriedade do trabalho, desenvolver alternativas e buscar juntos soluções. O retrocesso não pode acontecer neste momento, temos que nos manter unidos para que possamos avançar e não retroceder. Sempre preservando a vida das pessoas, mas em conjunto, salvando os CNPJ. Quando falamos em salvar empresas, temos que lembrar que debaixo dos CNPJ’s tem muitos CPF’s”, argumentou.

O Comitê de Enfrentamento à Covid-19 aprovou a adesão de Divinópolis no plano “Minas Consciente” do governo do Estado. Na sexta-feira (26) a minuta do decreto foi concluído pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) e repassada para a procuradoria do município. Ainda não havia previsão para conclusão do processo de adesão. A partir do envio dos documentos ao Estado, ele indicará qual o protocolo a cidade deverá seguir. Inicialmente, seria a “onda verde”, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (Ses).

União

Alexandra defendeu a “união” como ferramenta para o restabelecimento da economia local.

“Tudo é muito novo. Não nascemos com manual pronto do Covid-19, mas vamos aprender, buscar alternativas e dentro dessas alternativas gostaria de destacar um ponto que considero fundamental, a união. Vamos fazer deste momento desafiador, aprendizado (…) Vamos juntos salvar nossa economia, fortalecer e preservar os postos de trabalho (…) Uns cuidando dos outros e sempre encontrando os melhores caminhos para reestabelecer, retomar com segurança, somos potencialmente capazes de fazer isso”, destacou.

Durante a posse, ela também foi firme em expressar seu sentimento de querer crescer, apesar das adversidades.

“Os desafios sempre existirão. Deixemos que as nossas preocupações antecipadas se transformem em pensamento e planejamento antecipados. Vamos acreditar, pois nós podemos, com muita união, com muito trabalho superar mais este desafio em que os encontramos atualmente. Devemos ser otimistas e responsáveis. Termos serenidade e também seriedade para prosperarmos. Esta palavra deve ser a nossa guia: prosperidade”, afirmou.

A nova diretoria tem mandato até 2023. Compõe o Conselho Administrativo o primeiro e segundo vice-presidentes, Luis Eduardo Fonseca de Oliveira e Wilson Avelino, respectivamente. Já o Conselho Fiscal é formado por Denize Fonseca Santos Lara, Leonardo Santos Gabriel e Charles Adolfo Dias, como membros titulares. E, Leila Maria Rodrigues, Sérgio Dias Bebiano e Marcelo Soares Prado, como membros suplentes.

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano é editora-chefe do Portal Centro-Oeste. Jornalista por formação e paixão. Curiosa, observadora e questionadora.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.