Skip to main content

Rio Itapecerica: A beira de transbordar, Defesa Civil emite alerta

Órgão pede que população ribeirinha separe documentos e itens essenciais; Volume subiu 12 cm em duas horas
Por 08/01/2022janeiro 9th, 2022Gerais, Outras Notícias

Órgão pede que população ribeirinha separe documentos e itens essenciais; Volume subiu 12 cm em duas horas

A Prefeitura de Divinópolis, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito, Segurança Pública e Mobilidade Urbana (Settrans) – Defesa Civil, através do monitoramento das cheias do Rio Itapecerica, que esta sendo realizado na manhã desse sábado (08/01), informa que as 09h foi verificado que o rio se encontrava com medição de 98 cm acima do volume normal, e as 11h com aumento de 12cm, a medição apontou 1,10cm.

A situação está em alerta LARANJA, o que significa que a subida do rio está acima do normal do nível monitorado, com previsão de elevação. O monitoramento continua e todos devem ficar ainda mais atentos e tomem medidas de auto proteção.

Alerta aos moradores em áreas ribeirinhas:

– Rua Zacarias Guimaraes-B.Dom Pedro II.
– Rua Jovelino Rabelo-B.Porto Velho (proximo Roxinois).
– Rua Jovelino Rabelo-B.Porto Velho (proximo ao C.Guarani). -Rua Januário de Sousa Rocha-B.Belvedere (P.Maçonaria).
– Rua Januário de Sousa Rocha- km 48 ( depois do Div.Clube).
– Rua Contorno-B.Centro (próximo ao campo de Futebol abaixo da ponte P.Velho).
-Arredores do Shopping Pátio- B.Bom Pastor.
– Rua Maestro João Pinto-B. Esplanada.
– Rua Mestre Ranchel-B.Esplanada.
– Rua Mar e Terra-B. Candelaria.
– Rua Anita Garibalde-B. São José.

Este locais são os possíveis pontos de evasão de água. Deve-se ficar atento em razão de existir de previsão de mais chuva na cidade. Ainda está sendo monitorado as correntes de água vindas da cidade de Itapecerica e região.

A Defesa Civil também recomenda aos moradores de áreas ribeirinhas ou de risco que, por precaução, separem documentos de identificação, roupas, medicação e itens essenciais, para o caso de evacuação. E, em caso de alagamento, solicitar-se que os moradores busquem casas de familiares, vizinhos e amigos para abrigo temporário.

Para aqueles que não consigam hospedagem, a Sevretaria Municipal de Assistencia Social atuará no acolhimento dos desabrigados.

A Defesa Civil ainda informa que está alerta e pronta para fornecer apoio necessário e acessível para manter a segurança pública.

A qualquer sinal de perigo, chame a Defesa Civil pelo número 199 ou pelo Whats (37) 98825-2279 ou o Corpo de Bombeiros Militar pelo 193.

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano

Sou fundadora do Portal Gerais. Jornalista por formação e paixão. Curiosa, observadora e questionadora. Mãe da Cecília, na desafiadora e gratificante tarefa de maternar, empreender, realizar-se.